Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

07/06/2013 - Jornal Cruzeiro do Sul Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falso sequestro volta a fazer vítimas


O golpe do falso sequestro volta a fazer vítimas em Sorocaba. O tipo de crime teve auge entre 2007 e 2008. Os criminosos telefonam, dizem que sequestraram alguém da família e exigem dinheiro. Na verdade, a pessoa está em outro lugar, por isso ocupam a linha de telefone para evitar o contato com ela.

Em Sorocaba houve dois casos esta semana, em que as vítimas depositaram dinheiro em contas indicadas por criminosos. Em um dos falsos sequestros, na terça-feira, uma dona de casa de 64 anos recebeu ligação de um homem que simulou ter sequestrado sua filha. O criminoso exigiu R$ 30 mil. Ela falou que não tinha todo o dinheiro. O homem mandou-a então depositar R$ 1 mil. A mulher obedeceu e depois teve que depositar mais R$ 5 mil.

O celular da dona de casa era mantido todo o tempo ocupado pelo criminoso, para que ela não mantivesse contato com parentes. Ele também disse que alguém num carro branco a observava na rua, sabendo dessa maneira onde estava e se realmente tinha ido ao banco para fazer os depósitos.

A dona de casa foi a outro banco para depositar ainda mais R$ 5 mil, mas o gerente desconfiou e bloqueou o valor. Depois disso, o homem mandou a mulher se hospedar em um hotel, a fim de isolá-la de outras pessoas, e informar para ele os números de telefones de parentes. Do hotel, a mulher conversou pelo telefone com a neta. O filho da vítima chegou em casa, desconfiou de algo errado e foi buscá-la no hotel. A filha da dona de casa estava bem e só então a vítima sentiu alívio em saber que não tinha sido sequestrada, como foi induzida a pensar.

Outro golpe aconteceu ontem à tarde. Uma dona de casa de 54 anos atendeu telefonema de uma mulher chorando e logo depois um homem disse que era a filha dela e que havia sido sequestrada. Queria R$ 10 mil, mas a vítima também disse que não tinha essa quantia. Acabou depositando R$ 1.500 numa conta.

O golpe só foi descoberto quando o marido da dona de casa chegou e verificou que a filha estava bem. O criminoso ligou depois fazendo ameaças e exigindo mais dinheiro. O marido da vítima disse que iria deixar o dinheiro numa lixeira no centro da cidade com o propósito de avisar a polícia, mas desistiu da ideia.

Os dois casos de falso sequestro foram registrados pela Polícia Civil como estelionato. O delegado Fábio Laino Cafisso alerta as pessoas a se prevenir contra esse tipo de crime. Deve-se desligar o telefone e pedir ajuda de parentes, amigos ou vizinhos se a pessoa for idosa ou nervosa. Geralmente, a vítima se tranquiliza ao saber que a pessoa supostamente sequestrada está em segurança.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 192 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal