Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

04/06/2013 - R7 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Sertanejos ficam indignados com denúncia de fraude para bombar no YouTube

Luan Santana e a dupla Munhoz & Mariano negam que pagam para ter mais visualizações.

Nesta segunda-feira (3), o colunista Leo Dias, do jornal O Dia, publicou uma nota em que acusava artistas como Munhoz & Mariano, Gabriel Gava, Gusttavo Lima e Luan Santana de usar um esquema tecnológico para conseguir números de visualizações mais expressivos em seus vídeos no YouTube. Segundo a publicação, sertanejos pagam por volta de R$ 7,5 mil a cada 1 milhão de acessos no canal de vídeos.

Claro que a notícia não agradou. O cantor Luan Santana, ídolo jovem e sucesso tanto nos palcos e rádios quanto nas redes sociais, afirmou estar indignado com a denúncia e por citarem o nome dele de “forma equivocada e até leviana”. O sertanejo nega que paga para ter mais visualizações e se coloca à prova.

— Coloco os meus canais da internet para que haja toda e qualquer tipo de auditoria e que possa provar que a verdade é o que sustenta uma história, uma carreira, cujo sucesso é assinado junto com o público, seja em linhas escritas num jornal, em redes sociais, na TV ou em qualquer veículo de comunicação.

Com o hit Camaro Amarelo, a dupla Munhoz & Mariano fechou o ano de 2012 como o vídeo mais visto no Brasil, ultrapassando até o sucesso estrondoso de PSY com seu Gangnam Style.

Os sertanejos acreditam que a denúncia envolvendo o nome deles se trata de “uma brincadeira de mau gosto” e dizem, por meio de nota oficial, que não acham que o YouTube tenha esta falha que possibilite manobras no número de visualizações dos vídeos.

— Dizer que estamos indignados é pouco. Trata-se de acusação gravíssima. Isso, sim, é criar esquema e fraudar a verdade dos fatos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 100 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal