Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/11/2007 - Bem Paraná Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Prefeitura apreende 1.150 frascos de perfume falsificado


Fiscais da Prefeitura apreenderam 1.150 frascos de perfume falsificado nesta quinta-feira (8), perto do terminal Guadalupe, no Centro. Os produtos com rótulos de marcas consagradas do mercado foram encontrados em 12 caixas fechadas e estavam prontos para serem vendidos nas ruas. O infrator foi encaminhado ao 1º Distrito da Polícia Civil, onde estará sujeito às penalidades criminais previstas pelo Código Penal Brasileiro.

Após a apreensão, representantes e técnicos das empresas envolvidas com as marcas falsificadas foram ao local para se certificar sobre a falta de procedência dos produtos. Foram apreendidos 600 frascos falsificados com a marca O Boticário e outros 550 com a marca Natura. "O consumo destes produtos piratas poderia causar danos à saúde, como alergias e outros problemas dermatológicos", disse o coordenador de fiscalização da Secretaria do Urbanismo, José Luiz Filippetto.

A apreensão foi feita durante uma rotina de fiscalização na cidade. Fiscais da Prefeitura apreendem diariamente uma média de 50 frascos de perfumes falsos vendidos em pontos de maior movimentação de pedestres. As apreensões são, na maioria das vezes, feitas nas áreas centrais da cidade e nas proximidades de terminais de ônibus.

Pirataria - Nos últimos meses, fiscais da Prefeitura também apreenderam cerca de 40 mil produtos piratas que estavam à venda na cidade. O combate à pirataria tem sido feito pela Prefeitura pela intensificação da fiscalização em pontos estratégicos. São recolhidos, todos os meses, uma média de 20 mil unidades falsificadas de CDs, DVDs, perfumes, maços de cigarros e outros produtos.

Fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo contam também com apoio de agentes da Guarda Municipal para o combate à atividade ilegal. Em algumas operações, também há apoio das polícias militar e civil. "É uma atividade criminosa e vai contra a ordem tributária e econômica do país," afirmou Filippetto. A venda de produtos piratas também fere o Código de Postura do Município. Os produtos apreendidos são encaminhados à Receita Federal para serem destruídos.

A população também pode participar da fiscalização com denúncias pelo telefone 156 da Prefeitura. Outras ações complementam iniciativas de combate à pirataria, como atividades educativas praticadas nas escolas e nos centros de promoção social.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 323 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal