Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

31/05/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Servidores são afastados por fraude em concurso da prefeitura de Itati, RS

Justiça desconstituiu nomeação de 12 servidores aprovados em concurso. Nomeados tinham ligação direta com servidores da administração municipal.

A Justiça do Rio Grande do Sul acatou uma ação ajuizada pelo Ministério Público e desconstituiu do ato de nomeação 12 servidores da Prefeitura de Itati, no Litoral Norte, aprovados em um concurso público realizado em novembro de 2011. A decisão judicial aponta que entre os aprovados estavam a esposa e a sogra do ex-secretário de administração, a filha do ex-prefeito, a esposa de um ex-vereador, bem como aliados políticos e amigos.

Conforme o promotor Márcio Roberto Silva de Carvalho, todos os nominados não foram aprovados para os cargos que foram nomeados. Estão envolvidos na ação, ainda, os sócios da empresa responsável pelo concurso, além de outras 26 pessoas aprovadas.

Suspeito de liderar o esquema para fraudar o concurso público da prefeitura da cidade em 2011, o ex-secretário de administração do município do Litoral Norte do estado foi preso na metade do ano passado.

A investigação policial concluiu que, no dia da prova, os beneficiados pela fraude deixaram o cartão-resposta do concurso praticamente em branco. A ficha de identificação deles permaneceu anexada ao documento para facilitar o suposto esquema. Antes da leitura ótica dos cartões, feita por uma empresa de São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, eles eram preenchidos com a resposta correta.

Em junho de 2012, a Justiça do Rio Grande do Sul já havia determinado a suspensão das nomeações de aprovados no concurso realizado no fim de 2011 em Itati até a decisão final do processo.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 136 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal