Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

29/05/2013 - RTP / Lusa Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Tribunal de Lousada julga grupo acusado de falsificar notas de 50 euros


O tribunal de Lousada está a julgar desde terça-feira seis arguidos acusados pelo envolvimento no fabrico de notas falsas de 50 euros, no valor global de 65.000 euros, disse hoje fonte judicial.

Na abertura do julgamento foram ouvidos dois arguidos, ambos detidos, que recusaram envolvimento nas tarefas de falsificação intercetadas pela Polícia Judiciária (PJ), em 2012.

Os demais arguidos não quiseram prestar declarações.

Na próxima sessão, em 14 de junho, serão ouvidos mais dois agentes da PJ.

De acordo com a acusação, a investigação permitiu recolher inúmeras falsificações de notas de 50 euros, de boa qualidade, que seriam vendidas a oito euros cada exemplar.

Um dos arguidos, filho de um proprietário de uma tipografia de Lousada, onde foi sido encontrado equipamento de estampagem, explicou que o material fora colocado por outro arguido, que entretanto morreu na cadeia, que lhe pedira para aperfeiçoar o processo de fabrico.

Ao coletivo, o arguido disse que não aceitou aquele pedido, explicando que a pessoa que deixara o equipamento nas instalações ficara de o recolher algumas semanas depois, o que acabou por não fazer.

Um segundo arguido também negou qualquer envolvimento no fabrico de notas falsas, apesar de ter sido intercetado, na Maia, pela Polícia Judiciária quando estava acompanhado de um suspeito. No veículo em que seguiam foram encontradas notas falsas.

Um dos agentes da PJ ligados à investigação confirmou os factos da acusação, referindo-se à importância das escutas telefónicas realizadas às comunicações entre os arguidos.

Referiu ainda as buscas domiciliárias e na tipografia de Lousada permitiram recolher inúmeras provas que constam dos autos.

O agente admitiu que a investigação permitiu o desmantelamento da rede e impedir que as notas falsas, ainda em fase de execução, entrassem em circulação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 81 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal