Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

30/05/2013 - Diário do Pará Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Corregedoria apura denúncia de fraudes em concurso


A corregedoria da Polícia Civil (PC) do Pará instaurou inquérito criminal para apurar denúncias de envolvimento de policiais civis em supostas fraudes no concurso público da própria instituição, ocorrido no início deste mês, realizado pela Secretaria Estadual de Administração (Sead) para contratação de investigadores, escrivães, papiloscopistas e delegados de polícia. A prova foi realizada no último dia 5, aplicada pela Universidade Estadual do Pará (Uepa).

Mas, houve denúncia de suposto esquema de fraude para beneficiar familiares de policiais. Este é o segundo concurso para a Polícia Civil realizada no atual governo Simão Jatene. O primeiro, realizado em 2012, foi anulado pela própria Sead, após a comprovação de irregularidades pelo Instituto de Perícias Renato Chaves, que identificou violação em lacres de algumas provas.

A delegada Larissa Torres é quem preside o inquérito, que tem 30 dias para apurar as denúncias, podendo ser prorrogado pelo mesmo período se houver necessidade de maior investigação do caso. Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o inquérito foi instaurado esta semana e a delegada está em fase de ouvir os depoimentos de alguns policiais. Porém, não foram informados nomes nem quantos são os acusados.

A Sead informou ao DIÁRIO que não recebeu nenhuma comunicação de denúncia de fraude no concurso 2013 da Polícia Civil do Pará. Disse que o concurso seguirá o cronograma normalmente e que a expectativa da administração estadual é que, até o final deste ano, o processo de formação dos novos policiais seja concluído.

VAGAS

O concurso da Polícia Civil oferta 670 vagas, das quais 150 são para cargos de delegado de polícia, 250 pra investigador, 250 para escrivão e 20 vagas para papiloscopista. Foram inscritas mais de 23 mil pessoas e as provas foram realizadas em seis municípios do Estado do Pará. Um total de 9.490 candidatos se submeteram à primeira etapa das provas.

Ontem, a ouvidora geral da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PA), que também preside a Comissão de Atividades Policiais da entidade, Ivanilda Pontes; o vice-presidente da comissão Agnaldo Corrêa; juntamente com o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Pará (Sindpol), Rubens Leite, se reuniram com a delegada que preside o inquérito, após acompanharem os depoimentos realizados pela manhã.

Eles informaram que a delegada está apurando vazamento da prova, mas que tudo leva a crer até agora que não passou de boatos. “Ainda não há nada confirmado”, sustenta Rubens.A advogada informou que os policiais civis a procuraram na OAB anteontem, requerendo acompanhamento do caso na corregedoria de Polícia Civil. “Está parecendo que não passa de boatos. Mas precisa ser investigado e vamos continuar acompanhando. Mas até agora não tem nenhum indício de nada que possa gerar indiciamento de alguém”, afirma Pontes.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 219 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal