Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

27/05/2013 - Jornal na Net Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Taboão registra 39 casos de estelionato neste mês, dois deles entre sexta e sábado

Por: Karen Santiago


Mais dois casos de estelionato foram registrados entre a sexta e o sábado da última semana na cidade de Taboão da Serra. Ao todo 39 casos do crime foram praticados somente neste mês de Maio. De acordo com o investigador-chefe, Luis Peniche todos eles estão sendo investigados. A polícia já pediu as filmagens nos casos em que as vítimas foram abordadas nos quiosques e quebra de sigilo bancário ao juiz de direito da comarca da cidade, nos golpes realizados por meio de transferências - veja mais aqui e aqui.

Um senhor de 66 anos foi vítima de golpistas em uma loja do Hipermercado Extra em Campinas. Ele só soube da existência de movimentação irregular em sua conta de crédito de R$ 2.385,00 na última sexta-feira (24) por meio de extrato bancário do Banco do Brasil, localizado na Rodovia Régis Bittencourt. A movimentação teria sido feita dois dias antes dia 22 às 08h30.

No sábado (25) os criminosos fizeram outra vítima, uma mulher moradora de Embu das Artes, da rua Califórnia, jardim Magali. Em depoimento na Delegacia ela contou que havia feito um saque de R$ 100 na área de auto-atendimento do banco Itaú, na rua do Tesouro centro de Taboão. Quando deixava a agência, um desconhecido a alertou de que havia deixado a tela do terminal aberta. Ela, então retornou para tentar finalizar a operação por completo e foi embora.

Horas depois constatou que seu cartão havia sido trocado por outro em nome de José Oliveira Sousa. Na seqüência ela ligou para o atendimento do Banco para bloquear seu cartão, mas ao pesquisar verificou que um saque indevido de R$ 900 e uma transferência de R$ 750 teriam sido realizados de sua conta.

Peniche pediu a ajuda das vítimas para solucionar os crimes. A ajuda pode ser feita por meio de extratos bancários e informações de onde foram realizados os saques, porque a partir dessas informações imagens serão pedidas ao Banco e a polícia começa a investigação e pode chegar até os criminosos. “As vítimas precisam ajudar. A polícia não tem bola de cristal para saber quem são os criminosos, precisa de subsídio para investigar”, afirmou.

De acordo com o investigador, algumas vítimas só fazem o Boletim de Ocorrência para receber o ressarcimento do banco não cooperam. O banco também não consegue liberar as informações, após o bloqueio do cartão e a investigação não continua.

Quanto a procura para registrar Boletins de Ocorrência em casos de cheques extraviados ou perdidos Peniche esclarece que não é necessário esse procedimento, uma vez que o artigo 36 da Lei Federal 7357, publicado no Diário Oficial da União de 1985 determina que: “não há necessidade que a autoridade policial expeça qualquer tipo de formulário ou b.o para que o nosso banco venha a sustar seus cheques extraviados ou perdidos”.

Diversos clientes de bancos comparecem na Delegacia diariamente para registrar ocorrência em decorrência desses casos, de acordo com informações apuradas pela reportagem do Jornal na Net.

Mais estelionato

A prática do crime no Hipermercado Extra do centro de Taboão entre os dias 12 a 14 deste mês já passou a ser investigada pela Delegacia Seccional da cidade. Os golpistas tem como finalidade roubar dinheiro dos correntistas ou fazer transações por meio das contas deles.

Na ocasião duas partes da frente de caixas eletrônicos foram apreendidas. Elas são aparentemente como as demais, mas contam com diferentes repartimentos. “Câmera para filmar os clientes, baterias e notebooks para capturar todos os dados dos clientes e dos cartões deles. E, além disso, tem um chip de operadora, que vamos tentar identificar em que nome foi registrado”, informou o Doutor que investiga o caso, Gilson Campinas. “A tecnologia é grande e o investimento é alto”, completou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 141 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal