Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

28/05/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude no INSS do Paraná atraía trabalhadores de São Paulo, diz PF

Peritos e advogados são suspeitos de conceder aposentadorias irregulares. PF indiciou sete pessoas; suspeitos cobravam propina de R$ 5 mil.

Sete pessoas suspeitas de fraudar a Previdência Social foram indiciadas pela Polícia Federal (PF) nesta terça-feira (28), nas cidades de Jaguariaíva e Arapoti, no norte do Paraná. Dois médicos-peritos do INSS, dois advogados e outros três intermediários são suspeitos de montar um esquema de concessão de aposentadoria por invalidez e auxílio-doença em troca de pagamento de propina. A ação recebeu o nome de Operação Consórcio.

Segundo o delegado-chefe da PF em Ponta Grossa, Paulo Maurício de Mello, o esquema atraía pessoas de outras cidades e até de outros estados. "A investigação aponta que algumas pessoas vinham até do interior de São Paulo para aproveitar essa facilidade oferecida". O delegado-chefe informou que os valores pagos pelos segurados chegariam a até R$ 5 mil.

Até o momento, segundo a polícia, foram identificados por volta de 700 benefícios com indícios de regularidades. O prejuízo estimado é de R$ 7,2 milhões. O INSS vai revisar os benefícios identificados e, caso as fraudes sejam comprovadas, os segurados deverão devolver os valores recebidos indevidamente.

De acordo com a PF, os intermediários ofereciam o esquema e levavam os interessados até os advogados. Depois, os segurados eram encaminhados para os médicos, que na condição de peritos do INSS, concediam os benefícios por incapacidade. Quem não aceitava as condições ilegais não eram periciados de forma correta e precisavam entrar na Justiça para conseguir os benefícios.

A investigação

Foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão nas residências de cada um dos suspeitos, nos escritórios dos advogados e nos consultórios particulares dos médicos-peritos do INSS, além de buscas na Agência da Previdência Social em Jaguariaíva. A ação conjunta contou com a participação de 40 policiais federais e seis servidores do Ministério da Previdência Social.

"As investigações iniciaram em 2010 após denúncias de que um grupo de pessoas comandava um esquema para fraudar o INSS nos dois municípios. As perícias previdenciárias eram direcionadas para os mesmos médicos-peritos que forneciam atestados em seus consultórios particulares", disse Mello.

Os indiciados respondem em liberdade, mas precisam cumprir algumas medidas cautelares. Até quarta-feira (29), por exemplo, os indiciados terão que pagar fiança de R$ 30 mil. Caso o valor não seja quitado, a prisão preventiva deles poderá ser decretada. Além disso, os médicos estão impedidos de exercer a profissão e os advogados estão proibidos de atua na área previdenciária. Todos estão impedidos de sair do país.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 179 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal