Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FRAUDES NAS EMPRESAS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 26/04 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

28/05/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Civil investiga trio suspeito de clonar cartões em Guaratinguetá, SP

Por: Márcio Rodrigues

Grupo instalou falso equipamento em caixa eletrônico de shopping. Ação em um fim de semana pode ter causado prejuízo de até R$ 40 mil.

A Polícia Civil investiga a ação de criminosos em um caixa eletrônico do Banco do Brasil que fica dentro do Buriti Shopping, em Guaratinguetá, no interior de São Paulo. De acordo com a investigação, em um único fim de semana, aproximadamente 50 boletins de ocorrência foram registrados no plantão policial da cidade. Até o momento ninguém foi preso.

Segundo a polícia, um grupo de três homens instalou na manhã do dia 4 de maio um equipamento de clonagem de cartões conhecido como ‘chupa-cabra’ e o retirou no dia seguinte. O prejuízo dos correntistas pode chegar a R$ 40 mil, já que, segundo a polícia, os saques efetuados pelos criminosos variaram entre R$ 200 e R$ 800.

As imagens da ação foram cedidas à polícia pelo shopping e mostram os homens instalando o equipamento fraudulento na máquina. Um deles aguarda que o movimento termine para chamar o comparsa que coloca o 'chupa-cabra' na máquina. No dia seguinte, o suspeito usa o mesmo procedimento para retirar a falsa tela do terminal de autoatendimento.

De acordo com o Dr. Eduardo Luiz Santos Cabette, delegado titular do 1º Distrito Policial de Guaratinguetá, o número de vítimas pode ser ainda maior, já que as ocorrências registradas correspondem apenas à cidade e municípios vizinhos. Ele revela que os criminosos podem ser de fora do Vale do Paraíba.

“Nenhum dos nossos investigadores conhece esses homens. Estamos achando que sejam da capital, já que a placa do carro usado no dia do crime é de São Paulo. Localizamos o veículo pela placa e não há registros de roubo, além disso está no nome de uma pessoa que não tem passagem. Por meio de precatório vamos determinar que ela seja ouvido”, contou o delegado, por telefone, ao G1. Ele informou ainda que as imagens também foram encaminhadas ao Departamento de Investigações Sobre Crime Organizado (DEIC) em São Paulo.

Outro lado

Procurado, o Buriti Shopping informou, por meio de nota, que encaminhou as imagens do circuito interno para a polícia e 'reforçou a segurança para inibir futuras ações desta natureza'. Sobre a ação dos criminosos, o shopping informou que a ação dos criminosos durou menos de dez segundos e que a visualização da segurança foi dificultada pelos homens que deram cobertura ao outro que instalou o falso equipamento.

Já o Banco do Brasil informou que os clientes envolvidos em fraudes são orientados a fazer boletim de ocorrência e a procurarem sua agência para abertura de pedidos de regularização, que são analisados caso a caso. O prejuízo causado pelos criminosos não foi informado, já que o terminal está instalado em um local com grande fluxo de clientes de agências de vários cidades da região.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 157 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal