Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

28/05/2013 - JC Online / AFP Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cristina Kirchner denunciada por falsificar estatísticas


A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, e vários funcionários da área econômica foram denunciados judicialmente nesta terça-feira (28) por "falsificar" estatísticas sobre a inflação.

O deputado Alfonso Prat Gay (centro direita) baseou sua denúncia nas cifras divulgadas pelo Instituto Nacional de Estatística e Censos (INDEC), atualmente investigado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

Economistas e consultores privados da Argentina também questionam as estatísticas oficiais, especialmente sobre a inflação, de um órgão controlado pelo governo desde 2007.

A denúncia por "falsificação de estatísticas" envolve Kirchner, o secretário de Comércio Interior, Guillermo Moreno, e a diretora do INDEC, Ana María Edwin, entre outros funcionários.

Prat Gay afirma que os denunciados estão enquadrados "em crimes de prevaricação, abuso de autoridade (...) violação de segredo, falsificação de documento publico, associação ilícita, malversação e fraude contra a administração pública...".

Segundo Prat Gay, um ex-funcionário do banco J.P.Morgan em Nova York, as manobras do INDEC têm impactado no cálculo do Produto Interno Bruto, referência para o pagamento de títulos públicos.

Devido às estatísticas da inflação, o FMI censurou a Argentina, algo inédito na história da entidade, que ameaçou o governo Kirchner de perda de acesso a créditos e do direito a voto caso as distorções permaneçam.

As autoridades anunciaram que estão elaborando um novo método de avaliação da inflação que poderá ser adotado até o final de 2013.

Segundo as cifras oficiais, a inflação na Argentina foi de 10,8% em 2012, mas especialistas acreditam que atingiu 25,6%, o que a converteria na mais alta da América Latina.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 183 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal