Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

28/05/2013 - Diário do Sudoeste / FolhaPress Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ministério Público denuncia 11 envolvidos em fraudes fiscais

Por: Claudia Rolli


SÃO PAULO, SP, 28 de maio (Folhapress) - O Ministério Público de São Paulo apresentou denúncia à Justiça estadual contra 11 investigados na operação "Yellow", realizada para combater fraudes fiscais estimadas em R$ 2,7 bilhões.
Segundo denúncia feita pelo núcleo de promotores de Bauru do Gaeco (Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado), eles são suspeitos de cometer crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e falsificação de documentos.
Um grupo formado por quatro empresários, um advogado e três agentes da Secretaria da Fazenda de São Paulo foram presos durante a ação na última terça-feira.
De acordo com o Fisco paulista, a investigação começou em 2010 na região de Bauru (SP) e identificou um esquema em que empresas simulavam operações com soja e derivados para conseguir créditos irregulares de ICMS. Esses créditos eram usados para abater dívidas com a Fazenda paulista.
Para fazer essas operações no setor de processamento de soja, o grupo usava empresas de fachada que tinham em seus quadros societários offshores, registradas em Montevidéu, no Uruguai, e sócios laranja.
Além de absorver os efeitos tributários da fraude, o objetivo dessas empresas era "blindar" os reais operadores da fraude.
A pedido do Ministério Público, a Justiça decretou na tarde desta terça-feira a prisão preventiva de dois suspeitos que estão foragidos -um é apontado como líder da organização e o outro como a pessoa que comandava o grupo empresarial investigado- além de um diretor e de três agentes fiscais de renda investigados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 103 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal