Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIFICAÇÃO DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste importante treinamento programado para o dia 16/08/2018 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

23/05/2013 - Ibahia / Correio da Bahia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presa quadrilha que realizava fraudes com seguro-desemprego em Ilhéus

Organização criminosa usava documentos de pessoas físicas e empresas "laranjas".

Integrantes de uma quadrilha foram presos na quarta-feira (22), em Ilhéus, no sul da Bahia, pela Polícia Militar. Sidnei Aquino dos Santos, 41, Flávio dos Gomes, 23, e Cariza Pereira de Araújo, 20, foram presos em flagrante e encaminhados ao plantão da Polícia Federal com diversos objetos e documentos em nome de "laranjas".

Entre as apreensões estão Carteiras de Trabalho (CTPS), documentos de identidade e Cadastros de Pessoa Física (CPF), formulários de cadastramento e solicitação de seguro-desemprego junto ao Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE), além de diversos carimbos e documentos de empresas, também "laranjas", bem como do próprio MTE, os quais foram utilizados para o cometimento das fraudes.

A polícia também apreendeu documentos falsos, utilizados pela quadrilha para efetuar saques junto às instituições financeiras, além de um cofre eletrônico e uma maleta contendo mais de cem cartões de seguro-desemprego do Governo Federal.

Segundo o seviço de comunicação social da Polícia Federal, as investigações apontam que, inicialmente, a quadrilha arregimentavam documentos junto a terceiros, oferecendo um percental da quantia a ser obtida com a fraude.

Em seguida, de posse da documentação, os criminosos realizavam admissão e posterior demissão na modalidade "sem justa causa" junto a empresas previamente selecionadas que participavam do esquema, dando início aos procedimentos de seguro-desemprego junto ao MTE.

Após concedidos os benefícios, os acusados se dirigiam até as agências bancárias de posse dos cartões de saque do Governo Federal para finalizar a fraude.

A organização criminosa já estava sendo investigada pela Polícia Federal, que está processando o montante de recursos desviados no esquema. Estima-se, porém, que o grupo criminoso já vem atuando nessa modalidade, de forma organizada, há mais de cinco anos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 82 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal