Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

21/05/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falso 'olheiro' aplica golpe e é preso por suspeita de estelionato, em RO

Por: Halex Frederic

Edson Beomiro foi preso nesta segunda-feira, em um hotel de Porto Velho. Suspeito ia a treinos de futebol e alegava ser avaliador de grande time.

Um homem suspeito de aplicar golpes de estelionato em famílias se passando por 'olheiro' de um clube de futebol foi preso na segunda-feira (20) em um hotel, em Porto Velho. Segundo a polícia, Edson Beomiro estava sendo monitorado pela Companhia de Operações Especiais (COE) durante duas semanas, quando começou uma negociação com uma nova vítima. O suspeito de estelionato já foi preso pelo mesmo crime no Acre.

De acordo com o comandante da COE Rone Herton, Edson foi preso, após tentar induzir um adolescente de 16 anos, garantindo a carreira de jogador de futebol profissional em um time de futebol do Paraná, o qual dizia ser representante. Desconfiada, a mãe do adolescente comentou o caso com um policial, amigo da família, que a alertou se tratar de um golpe. Ela foi orientada a continuar as negociações para que a polícia realizasse o cerco.

Para dar início ao golpe, Edson pedia uma taxa de R$ 130 para fazer o contrato do jovem com o "clube de futebol". Após a família realizar o pagamento, o adolescente fez um teste e teria sido aprovado pelo estelionatário. De acordo com a polícia, o suspeito apresentava documentação falsa e alegava que estava prestes a comprar as passagens para a transferência do jovem.

Quando ele [Edson] percebia que a pessoa entrava na conversa dele, já começa a trocar telefones para começar a aplicar o golpe"Rone Herton, comandante da COEAs investigações apontaram que Edson solicitou R$ 2,5 mil da vítima para pagar os custos com o teste a ser realizado e as despesas de estadia. A cada contato por telefone a polícia monitorava a conversa através de escutas. No último contato, a família realizou a transação da taxa de R$ 2,5 mil, quando foi constatado pela polícia o crime de estelionato. Na segunda-feira, o homem foi preso pela polícia, em flagrante, em um hotel da capital.

Segundo o comandante da COE, o suspeito frequentava treinos em escolinhas de futebol para avaliar possíveis vítimas. “Quando ele [Edson] percebia que a pessoa entrava na conversa dele, já começava a trocar telefones para aplicar o golpe”, explica.

O policial alerta aos jovens que querem seguir carreira de jogador de futebol e às famílias sobre as grandes oportunidades oferecidas facilmente. "Hoje em dia é muito grande a vontade de subir na vida, mas é preciso ter cuidado. Verifique se aquele representante é realmente daquele clube que a pessoa se diz ser, se é credenciado pelo time", alerta Rone Herton.

O falso 'olheiro' tentou aplicar o golpe em outras duas famílias na capital, mas sem sucesso. De acordo com a Polícia Militar, Edson Beomiro pagou fiança e foi solto. O suspeito assinou termo circunstanciado e aguarda julgamento em liberdade.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 107 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal