Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

17/05/2013 - TN Online / FolhaPress Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Promotoria denuncia 12 pessoas sob acusação de fraudar leite

Os acusados fazem parte do núcleo de Ibirubá (RS) identificado pela Operação Leite Compen$ado

SÃO PAULO, SP, 17 de maio (Folhapress) - Doze pessoas foram denunciadas hoje pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul sob acusação de participação em um esquema de adulteração de leite, de dezembro de 2012 a maio de 2013.

Os acusados fazem parte do núcleo de Ibirubá (RS) identificado pela Operação Leite Compen$ado, desencadeada no último dia 8. As acusações são de formação de quadrilha, adulteração de produto alimentício destinado a consumo e lavagem de dinheiro.

Dentre os denunciados, seis estão detidos no Presídio Estadual de Espumoso desde o dia em que a ação começou. Outras duas pessoas foram ouvidas naquele mesmo dia e liberadas em seguida. Não há previsão de pedidos de prisão para os acusados que estão em liberdade, segundo a Promotoria.

Foi a segunda denúncia apresentada em decorrência da investigação. Ontem, outras duas pessoas foram denunciadas por adulteração de produto alimentício destinado a consumo no núcleo de Guaporé (RS).

Operação

A operação Leite Compen$ado investiga um esquema de adulteração de leite no Rio Grande do Sul.

O leite tinha o volume alterado com uma mistura de água e ureia (que contém formol, substância cancerígena). Transportadores do produto, que levam o leite dos produtores às indústrias de processamento, eram os responsáveis pela adulteração.

Lotes de quatro marcas (Latvida, Italac, Mu-Mu e Líder) foram retirados de circulação. As quatro empresas informaram que já retiraram de circulação os lotes recomendados pelo Ministério da Agricultura e colocaram-se à disposição dos órgãos que coordenam a operação. Elas negam envolvimento no esquema.

A indústria VRS, fabricante do leite Latvida, já teve uma audiência com o Ministério Público do RS na terça-feira (14), para dar início à negociação de um possível TAC (Termo de Ajustamento de Conduta). As outras empresas serão ouvidas nos próximos dias, segundo a Promotoria.

Veja aqui os lotes retirados do mercado:

Italac Integral (Lotes L05KM3, L13KM3, L18KM3, L22KM4 e L23KM1)

Italac Semidesnatado (L12KM1),

Líder UHT Integral (Lote TAP1MB - Produzido em 17/12/2012 e com validade até 17/04/2013),

Mumu UHT Integral (Lote 3ARC),

Latvida UHT Desnatado (com fabricação em 16 de fevereiro de 2013 e validade até 16 de junho de 2013).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 100 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal