Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

17/05/2013 - Diário da Rússia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Luta contra a corrupção põe na cadeia o presidente de importante banco russo

Executivo foi apanhado em flagrante, juntamente com a vice-presidente da instituição.

O presidente do Conselho do nono maior banco da Rússia, o Rosbank, Vladimir Golubkov, foi preso ao aceitar um suborno de cinco milhões de rublos – cerca de 325 mil reais. A vice-presidente do banco, Tamara Polianitsyna, também foi detida por ser a intermediária do ato ilegal. O caso de corrupção envolvendo um banqueiro desse nível é considerado o primeiro na Rússia, e deixou a sociedade extremamente indignada.

De acordo com Ministério do Interior da Rússia, o banqueiro Vladimir Golubkov exigiu um e meio milhão de dólares do representante de uma organização comercial para conceder a extensão do seu contrato de crédito, bem como o fechamento de um acordo adicional com a taxa de crédito e o valor dos pagamentos mensais reduzidos. A vice-presidente do banco, Tamara Polianitsyna, atuou como intermediária do caso e foi encarregada de passar o dinheiro para o seu chefe. Polianitsyna foi detida após o recebimento de uma parte da quantia, e logo concordou em cooperar com polícia.

Vladimir Golubkov foi preso na sua sala de trabalho, enquanto recebia o dinheiro das mãos da sua subordinada. Mais tarde a agência de notícias russa RIA Novosti informou que o presidente do banco iria usar o dinheiro numa viagem a Paris.

O ex-vice-ministro das Finanças Alexey Savatiuguin declarou que considera a situação inusitada, pois alguns casos de suborno já foram registrados nos bancos russos, mas nunca em nível tão alto. Inclusive, os próprios funcionários do Rosbank não acreditam em envolvimento do seu diretor.

Segundo o serviço de imprensa do banco, a administração da instituição financeira está cooperando ativamente com as autoridades, ajudando a esclarecer a situação o mais rápido possível.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 126 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal