Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

17/05/2013 - Público.pt - Última Hora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Petrolíferas suspeitas de manipular preços na mira das autoridades britânicas

Por: Pedro Crisóstomo

Gabinete de combate à fraude do Reino Unido admite abrir investigação depois de buscas a escritórios da BP e da Shell.

As suspeitas levantadas pela Comissão Europeia sobre várias empresas petrolíferas, por alegada manipulação do preço do crude, colocaram em alerta máximo o departamento britânico de combate à fraude (Serious Fraud Office), que admite abrir uma investigação criminal ao caso.

Num comunicado citado pelo diário The Guardian, o departamento britânico garante que está a acompanhar as movimentações que vieram a público esta semana, mas diz não ter aberto formalmente uma investigação criminal.

Os escritórios de Londres de gigantes da energia, como a britânica BP e da anglo-holandesa Shell, foram alvo de buscas na terça-feira por parte das autoridades europeias no quadro de uma investigação para apurar se houve distorção de preços no sector petrolífero.

A Comissão Europeia fez saber que as buscas tiveram lugar em dois estados-membros da UE, mas não referiu que empresas estão na mira das autoridades europeias. Separadamente, a BP, a Shell confirmaram estar a colaborar com as autoridades, assim como a Platts, uma das principais agências mundiais que serve como fonte de informação e avaliação de preços no sector.

A investigação foi conduzida em colaboração com a Autoridade de Supervisão da EFTA, uma vez que em causa está também a Statoil, da Noruega, país que pertence ao Espaço Económico Europeu.

A Comissão Europeia suspeita que as empresas possam ter participado num processo de distorção de preços que remonta a 2002.

A investigação sobre o sector petrolífero é o caso mais recente relacionado com suspeitas sobre distorção de preços no espaço europeu, onde no ano passado veio a público o caso de manipulação das taxas Libor e Euribor por parte de vários gigantes da banca mundial, entre eles grandes instituições financeiras europeias.

Segundo o jornal The Independent, no caso da investigação agora em marcha no sector energético, a acção das autoridades europeias enquadra-se na campanha que ganhou força nos últimos meses entre os países do G20 para as maiores economias mundiais combaterem casos de manipulação e distorção de mercado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 158 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal