Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

15/05/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem recebe smartphone em MG e descobre que foi vítima de estelionato

Empresário de Uberaba recebeu aparelhos com a própria assinatura. Dois jovens foram presos suspeitos de estelionato.

A Polícia Militar de Uberaba prendeu na tarde desta terça-feira (14) dois jovens, de 26 e 28 anos, por prática de estelionato. Os suspeitos foram detidos em flagrante em uma oficina de tornearia na Avenida Tonico dos Santos, depois de serem denunciados pela vítima, de 47 anos. Eles compravam iPhones com nome e Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) de outras empresas para revenderem.

Segundo a PM, a vítima contou que há uma semana recebeu na empresa um iPhone 5 lacrado, com a nota de uma operadora registrada no nome dele, com CNPJ e assinatura falsificada, no valor de R$ 3.004. Como não havia feito pedido algum, o dono da oficina guardou o aparelho e acionou o Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), foi quando descobriu que havia mais 14 iPhones registrados com sua identificação.

No mesmo dia, os dois suspeitos chegaram à loja dizendo que tinham recebido uma ligação da operadora informando que os aparelhos estariam com a vítima e foram até o local fazer um acordo para recuperar o aparelho. O dono da loja, desconfiado, acionou a polícia.

Ao serem abordados, os criminosos confirmaram as informações dadas pela vítima, alegando que têm uma empresa na Rua João Pinheiro e que compram CNPJ de outras empresas que estão por decretar falência. Eles também disseram após passarem os dados das empresas para a operadora, ela envia os aparelhos e estes são revendidos.

De acordo com a PM, ao serem questionados sobre os outros 14 iPhones no nome da vítima, os suspeitos disseram que não tinham conhecimento dos celulares. Contudo, após levantamentos na casa de um dos suspeitos, , foram apreendidos 23 iPhones, cada um no valor de R$ 3.004, 22 notas fiscais no nome da vítima e 16 modems. Os jovens foram presos em flagrante e encaminhados à 15ª Delegacia de Polícia para prestarem mais esclarecimentos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 150 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal