Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

11/05/2013 - O Dia Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Cabo Frio tem chip contra fraudes nos ônibus


Rio - Ao pegar o ônibus para ir ao trabalho a diarista Viviam Marina Porto Maciel, de 19 anos, moradora do bairro Tangará, ficou surpresa ao passar o cartão pela roleta e saber que a máquina digital identifica o passageiro por sensor ótico, o chamado leitor facial.

A tecnologia de ponta, utilizada no recém-lançado Cartão da Dignidade Único - CDU permite que apenas o usuário do cartão possa usar o benefício. Na roleta do ônibus foi instalada uma câmera fotográfica que compara os dados do cartão com a fisionomia do passageiro. Os dados são transmitidos na hora para a central da empresa de ônibus.

O novo sistema de bilhete único utiliza sofisticado sistema para evitar fraudes no uso do cartão. Apenas o titular pode usar o Cartão Dignidade Único- CDU lançado no dia 1º de maio pelo prefeito Alair Corrêa. Que, simbolicamente, recebeu o cartão de número 001 e em seguida fez o teste em um ônibus.

Para o secretário de Transportes de Cabo Frio, Victor Moreira, o esforço da prefeitura em implantar o novo sistema mostra a preocupação do poder público em oferecer cada vez mais um transporte seguro e de qualidade. “Esperamos cadastrar cerca de 120 mil usuários moradores de Cabo Frio”, disse o secretário.

O novo sistema também acaba de vez com a utilização do mesmo cartão por diversas pessoas como acontecia. A prefeitura arcava com as despesas, já que o município subsidia parte do valor da passagem que hoje custa R$ 2,80 dentro do município.

O secretário de transporte ressalta também que de acordo com levantamento feito pelos borderôs os feriadões apontavam maior uso dos cartões já que muita gente repassa o bilhete, por não ter identificação, para parentes e amigos e até pessoas de outros municípios.

“Todos comentaram que ia ser uma bagunça com o Cartão Dignidade, que os ônibus iam estar lotados, só que eu já to usando e o serviço continuou do mesmo jeito. Não mudou nada e ainda ficou mais barato”, disse enquanto posava para as fotos desta matéria.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 225 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal