Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

11/05/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Bancária perde R$ 12 mil com fraude eletrônica em São José dos Campos

Mulher teve o cartão usado em compra de passagens aéreas na internet. 'Assaltos virtuais' geraram prejuízo de R$ 1,4 bilhão em 2012, diz Febraban.

As fraudes bancárias pela internet vêm ocasionando prejuízo maior até que os crimes contra caixas eletrônicos, por exemplo. De acordo com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), os crimes físicos deram um prejuízo de R$ 75 milhões em todo o país no ano passado contra R$ 1,4 bilhão de perda por conta dos 'assaltos virtuais'.

A bancária Andrezza da Rosa, de 29 anos, de São José dos Campos, foi uma das pessoas que caíram no golpe dos criminosos. Ela foi realizar uma compra em um site e quando recebeu a fatura do cartão de crédito, se assustou. O cartão havia sido usado na compra de 15 passagens aéreas. “Foi uma surpresa, porque tinha um valor devido enorme, de R$ 12 mil. A própria administradora me informou que foi através de um site. Ela só não conseguia me dizer através de qual site foi, mas conseguiram os meus dados e realizaram essas compras”

Diante dos crimes, o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Júlio César Volpp, acredita na segurança das transações realizadas pela internet, desde que o cliente siga os cuidados básicos para se prevenir.

“Manter o seu antivírus atualizado, essa é a principal ferramenta para proteger esse tipo de invasão no seu computador pessoal. O segundo é manter um dispositivo de senha, uma senha que não seja de fácil dedução e que possa ser modificada com frequência, e o terceiro, que ele instale, além do antivírus, o dispositivo de segurança de informação fornecido pelo seu banco”, enumerou Volpp.

A primeira orientação para as pessoas que caírem em golpe na internet é procurar o banco, ainda de acordo com o superintendente. “Faça uma contestação dessa movimentação, ou seja, preencha o formulário dizendo que ele não reconhece aquela transação, dando detalhes de que ele não tem nenhuma relação com aquela transação e aí, se constatando que o cliente não tem relação nenhuma com aquela transação e ela é realmente fraudulenta, faça o ressarcimento imediato ao cliente”, orientou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 400 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal