Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

10/05/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia investiga fraude na Prefeitura de Florianópolis superior a R$ 1 mi

Senhas de supervisores do Pró-Cidadão teriam sido usadas ilegalmente. Denúncias apontam que eram utilizadas para baixar dívidas do IPTU.

A Polícia Civil investiga um esquema de fraudes ao cadastro do Pró-Cidadão, na Prefeitura de Florianópolis. De acordo com a investigação, a fraude passou a ser percebida quando supervisores do órgão municipal observaram que suas senhas de acesso ao sistema foram clonadas para serem usadas em operacões ilegais. Entre elas, a retirada de débitos do IPTU do sistema da Secretaria de Receita e Finanças da Prefeitura. De acordo com os documentos, o rombo gerado aos cofres públicos ultrapassa R$ 1 milhão e também se refere a fraudes relacionadas ao Mercado Público.

O Jornal do Almoço, da RBS TV, trouxe nesta sexta-feira (10) uma reportagem de Naim Campos que apurou o caso. A investigacão também mostrou que grandes terrenos na Ilha foram transferidos para o nome da Prefeitura, para ficarem isentos de impostos. Depois, eles eram recolocados nos nomes dos proprietários.

Alguns servidores procuraram a Polícia Civil para registrar boletim de ocorrência (BO). Um deles, que não teve nome e imagem divulgados para proteger sua identidade, escreveu uma carta para anexar ao BO. Nela, o homem descreve com preocupação a irregularidade que havia constatado ter sido feita com a sua senha, no cadastro do IPTU. No texto, o funcionário afirma que se sente "profundamente invadido ao ter a senha roubada, copiada, ou seja lá qual o termo". Ele, que trabalha há mais de 30 anos na Prefeitura, pede ao delegado que os responsáveis sejam identificados.

O delegado responsável pela Diretoria Estadual de Investigações Criminais, Renato Hendges, investiga o caso. Ele afirmou ter se impressionado com o volume de dívidas que foram baixadas de forma ilegal do sistema da Secretaria de Finanças. "Foram baixados débitos e transferências irregulares, falsificação de documentos. Sem dúvida, não dá para descartar formação de quadrilha", destaca o delegado. A investigação também identificou fraudes referentes ao aluguel de boxes do Mercado Público da capital. "Tivemos casos graves recentemente. No ano passado, três casos que somam mais de R$ 300 mil da Prefeitura", complementa o delegado.

Hendges esclarece que as investigações vão identificar todas as pessoas que foram beneficiadas com o golpe e serão indiciadas no inquérito policial. Conforme as investigações, em um levantamento preliminar foram identificadas mais de 200 baixas irregulares de IPTU.

José Luiz Coelho, secretário municipal de Receitas e Financas demonstrou surpresa. "O valor é exorbitante de fato, um esconde terreno no nome da Prefeitura, o outro é fazer trasnferência de titularidade, o outro altera a cobrança do IPTU", descreve algumas das fraudes identificadas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 147 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal