Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

02/05/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende estelionatário que tinha 45 boletins de ocorrência em SC

Homem aplicava golpes em pessoas com carros financiados. Após ganhar confiança, suspeito roubava carros e revendia.

Um operação conjunta das Polícias Civil e Militar prendeu em Porto Alegre um estelionatário que atuava há pelo menos dois anos em Santa catarina. O homem tinha 45 boletins de ocorrência registrados contra ele. Wigelei Colombo de Souza, de 23 anos, foi apresentado na manhã desta quinta-feira (2) em Laguna, no Sul de Santa Catarina. Ele foi detido na terça-feira (30) em Porto Alegre, onde ficou aguardando a transferência.

Segundo a polícia, ele agia em diversas cidades de Santa Catarina contra pessoas que tinham carros financiados e que precisavam pagar as dívidas. O estelionatário apresentava documentos de quitação falsos, ganhava a confiança das vítimas e desaparecia com os veículos.

De acordo com a investigação, ele sempre apresentava documentos falsos. Os golpes foram praticados em em Urussanga, Içara, Criciúma, Laguna e Florianópolis. "Ele sempre usava documentos falsos, assinava comprovantes de depósito, falando que ia levar o carro para a oficina, que ia levar para a esposa ver, desaparecia com o veículo e revendia", explica Flávio Gorla, delegado da Polícia Civil.

O empresário Maicon Machado foi uma das vítimas do estelionatário. "Ele pediu para ficar com meu carro para mostrar para a esposa. Eu entreguei a chave e ele foi. No outro dia ele voltou, então eu fiquei mais tranquilo. Depois, ele pediu para levar de novo, eu deixei, e ele sumiu com meu carro", explicou.

Depois de dois anos de investigação, o rapaz foi preso no Rio Grande do Sul. Segundo a polícia, ele pretendia fazer uma cirurgia plástica para retirar uma mancha que tem no rosto, para tentar despistar a polícia e cometer novos crimes.

O delegado acredita que, com a prisão e divulgação do rosto do estelionatário, pessoas que tenham sido vítimas dele devam aparecer. "O importante é que ele seja fichado, a responsabilidade seja apurada, para que ele perca a primariedade e fique preso. Além disso é importante que a fisionomia dele seja mostrada para evitar que novas pessoas caiam nas tentativas de golpes dele", comenta o delegado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 411 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal