Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

19/04/2013 - Sapo Desporto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Nove jogadores excluídos por falsificação de idade

Antes do CAN de sub-17 começar, oito futebolistas da Nigéria e dez do Gana tinham sido excluídos das respetivas seleções por reprovaram no teste.

As medidas da CAF para fazer frente a adulteração da idade de futebolistas continuam a fazer "vítimas". Desta vez foram excluídos nove jogadores na Taça das Nações Africanas em sub-17, que decorre em Marrocos, devido a falsificação de idade.

De acordo a Panapress, citando fontes da CAF, os jogadores reprovaram no teste de Imagem por Ressonância Magnética (IRM), o que equivale a dizer que tinham mais de 17 anos.

Foram excluídos os nigerianos Wilfred Onyinye Ndidi (defesa), Ibrahim Abdullahi (defesa) e Emmanuel Asadu (atacante), os costa-marfinenses Willy Britto Dagou (defesa), Abdoul Diarrassouba (defesa) e Sidiki Dembele (médio), bem como os congoleses Charlevy Mabiala (médio), Hardy Binguila (médio) e Bermagin Kangou (avançado).

O teste implica o scanner da densidade óssea dos pulsos dos futebolistas para assegurar uma precisão de, pelo menos, um por cento abaixo da idade de 18 anos, o que representa uma margem de erro para os testes, deste modo os jogadores não serão injustamente desqualificados.

Esta medida da Confederação Africana de Futebol foi adotada pela primeira vez no CAN de Sub-17 em 2011, no Ruanda, onde oito jogadores do Gabão acabaram por ser excluídos por falharem no teste.

Antes do CAN de sub-17 começar, oito futebolistas da Nigéria e dez do Gana tinham sido excluídos das respetivas seleções por reprovaram no teste.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 135 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal