Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

26/04/2013 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ex-prefeito preso por desviar verba


O ex-prefeito do Município de Jijoca de Jericoacoara (294Km de Fortaleza), Araújo Marques Ferreira, e outras oito pessoas foram presas, ontem, pela Polícia Federal durante uma operação de combate ao desvio de verbas públicas, cuja investigação vem sendo feita pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Conforme apuraram as autoridades, através de fraudes em licitações, um grupo teria desviado cerca de R$ 33 milhões, entre os anos de 2007 e 2012, na região Norte e na Ibiapaba.

Ontem, a operação policial cumpriu nove mandados de prisão e outros 11 de busca e apreensão. As diligências foram realizadas em Jijoca e Sobral. As ordens de prisão e de buscas foram assinadas, no dia anterior, pelo juiz de Direito Fernando Vicente. O ex-prefeito de Jijoca também exerceu o cargo de secretário de Finanças do Município de Martinópole.

Suspeitos

Além do ex-prefeito, também foram presos Antônio Fernando Cisne (atual presidente da Comissão de Licitação de Martinópole), Bartolomeu Bezerra de Sousa (sócio-proprietário da empresa Assessoria Contábil Municipal/Ascom) e outras cinco pessoas da família do empresário.

Conforme o promotor de Justiça de Jijoca de Jericoacoara, Paulo Henrique de Freitas Trece, a fraude envolvia empresas ligadas à "Ascom", que concorriam entre si e ganhavam praticamente todas as licitações feitas pela Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara durante o mandato de Araújo Marques, entre 2009 e 2012. Conforme nota à Imprensa, distribuída pelo MPE no começo da noite passada, "as investigações foram iniciadas no ano passado, a partir de uma CPI instalada na Câmara de Vereadores do Município de Jijoca de Jericoacoara e peças de informações da Polícia Federal".

Ainda segundo o MPE, os oito presos responderão pelos crimes de fraudes em licitações, desvio de verbas públicas, e formação de quadrilha ou bando.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 199 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal