Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

25/04/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem é preso com diploma falso de medicina, em Manaus

Este é o terceiro caso de falsificação somente em abril. Polícia suspeita que quadrilha esteja falsificando documentos no estado.

Um homem foi preso na sede do Conselho Regional de Medicina (CRM), em Manaus, nesta quarta-feira (24), suspeito de tentar se registrar como médico com documentos falsos. Geraldo Pereira de Santana apresentou diploma que seria de uma universidade particular de Cuiabá, no Mato Grosso.

Ao receber voz de prisão, ele disse que estudou medicina na Bolívia e tentava se registrar no Brasil. "Eu vim pra cá, e quem trabalha na universidade pegou meus documentos para analisar e verificar se está faltando alguma coisa", disse o suspeito.

A polícia vai investigar se há uma quadrilha produzindo documentos falsos para estudantes de cursos no exterior que querem nacionalizar o diploma. A polícia também afirmou que vai investigar o envolvimento do homem na falsificação do documento.

Segundo uma portaria do Ministério da Educação (MEC) e do Ministério da Saúde (MS), brasileiros e estrangeiros que cursam faculdade de medicina em outros países têm que passar pelo Revalida, uma espécie de Enem dos médicos. Somente após o procedimento é feito o registro no CRM para que o profissional comece a atuar.

Além de diplomas falsos como o de hoje, o CRM também está preocupado com casos de outros médicos formados que estariam atuando na rede pública de saúde no interior do estado sem registro profissional.

Somente em abril, foram registrados dois casos, um em Santa Isabel do Rio Negro e outro em Novo Airão."Já alertamos a autoridade estadual para que cuide e avise os prefeitos para que não contratem médicos sem consultar o CRM", disse Jefferson Jezini, presidente do CRM/AM.

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) informou que não tem em seu quadro nenhum médico contratado sem registro no CRM, que mantém parceria no interior com prefeituras para a contratação de médicos e que está investigando possíveis irregularidades.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 123 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal