Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

24/04/2013 - Expresso Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

'Hackers' sírios fazem descer com um tweet ações nos EUA

Por: Alexandre Costa

O Exército Eletrónico Sírio tem lançado falsos tweets em nome da agência Associated Press e de canais de TV como a CBS e a BBC.

Um falso tweet sobre uma suposta explosão na Casa Branca - lançado pelo Exército Eletrónico Sírio através da conta da agência Associated Press - chegou a provocar uma queda temporária no índice bolsista norte-americano Down Jones.

A Casa Branca teve de desmentir os falsos tweets sobre a explosão que tinha ferido o Presidente Barack Obama.

"O Presidente está bem" e não ocorreram quaisquer explosões na Casa Branca, assegurou aos jornalistas o assessor de imprensa, Jay Carney, após o falso tweet ter sido lançado pela conta da AP que tem dois milhões de seguidores.

"Este pequeno tweet criou algum caos nos Estados Unidos levando ao declínio de algumas ações (bolsistas) norte-americanas", referiu o autodenominado Exército Eletrónico Sírio, que reivindicou o ataque.

A AP suspendeu a sua conta após o sucedido, declarando que o falso tweet fora lançado por "hackers que fizeram repetidas tentativas para roubar as passwords de jornalistas da AP".

Diversos ciber-ataques têm sido atribuídos ao grupo de hackers, que se apresentam como apoiantes do regime do Presidente Basahr al-Assad.

Outros tweets, lançados no princípio da semana, referiram que o presidente da Fifa, Sebb Platter, aceitara subornos de um príncipe do Qatar para que o país fosse escolhido para o Mundial de Futebol de 2022.

São também atribuídos ao Exército Eletrónico Sírio tweets lançados pela conta da CBS e do seu programa "60 Minutos", referindo que "O povo norte-americano tem ouvido mentiras dos seus media sobre a Síria" e que "Obama quer destruir os povo sírio e o norte-americano. Nós temos de parar esta besta".

Outro alvo dos 'hackers' sírios foi o departamento fotográfico da agência France Press, que apresentou imagens de pessoas supostamente a manifestarem o seu apoio a Assad.

Através da conta da BBC, o grupo emitiu também diversos tweets, um dos quais referia que a "estação meteorológica saudita ficou inoperacional devido à colisão com um camelo".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 105 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal