Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

22/04/2013 - Expresso MT Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Soldado é expulso da PM-MT por tentar distribuir notas falsas 14 vezes

Por: Denise Soares

PM tentou pagar aluguel, compras e contas em Jaciara e Dom Aquino. Corregedoria diz que suspeito gosta de obter dinheiro fácil.

Um soldado da Polícia Militar foi expulso da corporação por suspeita de ter promovido a distribuição de notas falsas de dinheiro em duas cidades de Mato Grosso, segundo decisão da Corregedoria da PM em publicação desta segunda-feira (22). O PM é suspeito de circular notas falsas em setores do comércio em Dom Aquino e Jaciara, a 172 e 148 quilômetros de Cuiabá, respectivamente.

De acordo com a corporação, o crime ocorreu entre o final do ano de 2010 e o primeiro semestre de 2011 em pontos de comércio e pessoas conhecidas desses municípios. Na publicação, a Corregedoria confirmou que houve um derrame de notas falsas de R$50 em uma agência bancária de Dom Aquino.

No início das investigações da sindicância aberta pela PM, foram colhidos depoimentos de testemunhas que disseram que o suspeito não agiu de má-fé com as pessoas que receberam a nota. Porém, ao decorrer da fase da sindicância, a Corregedoria identificou que o caso possa ter se repetido por pelo menos 14 vezes.

Em uma delas, uma mulher que trabalhava em um caixa de um estabelecimento disse que o policial tentou pagar uma caixa de bombons com uma nota de R$50. Na ocasião a comerciante disse que fez o teste com uma caneta e devolveu a nota ao soldado, que disse que aquilo já tinha ocorrido com ele.

Outra testemunha, também policial, disse que o suspeito tentou trocar duas notas falsas: uma para um conhecido que trocou duas notas de R$50 por uma de R$100, sendo que uma das primeiras notas era falsa. A segunda tentativa foi em uma operada de caixa de um ponto comercial em Jaciara, que também descobriu que a cédula era falsa e devolveu ao PM.

Outras tentativas de nota falsa aplicada pelo PM também foram pontuadas pela Corregedoria: o pagamento o aluguel da mensalidade de um campo de futebol onde o PM jogava com uma nota falsa; pagamento de conta em uma padaria; pagamento de cervejas em uma lanchonete.

A PM conclui que a estratégia do soldado em todos os casos era de que no momento em que ele tentasse efetuar os pagamentos e as vítimas percebessem, ele recolhia a nota e pagava com outra verdadeira, sem reclamar ou questionar.

''Pelo histórico do disciplinado, percebe-se que ele gosta de obter dinheiro ou vantagens de forma fácil e, por vezes, ilegal, contrariando normas castrenses'', diz trecho da publicação. A Corregedoria considerou que as condutas do soldado eram incompatíveis com a da corporação, além de ser considerado culpado das acusações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 104 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal