Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

19/04/2013 - Diário da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatários são presos pela PC após aplicarem “Bença Tia”

Por: Elpides Carvalho


Dois irmãos suspeitos de aplicar o golpe “Bença Tia” foram apresentados, nesta sexta-feira (19) durante à tarde, no 1° Distrito Policial de Aparecida de Goiânia (DPAG). A orientação da prática era realizada via telefone celular de dentro do Complexo Prisional de Aparecida. O indivíduo se passava por um sobrinho da vítima e simulava uma situação de urgência financeira de R$ 1,5 mil. Geralmente, o estelionatário liga para números aleatórios, em especial para outros estados do Brasil. Neste caso, a extorsão ocorreu com um aposentado da cidade de Pinhais, no Paraná. No entanto, segundo o delegado titular do 1° DPAG, Eduardo Rodovalho, ainda vai ser investigado se outros valores foram depositados nas contas bancarias da dupla, e se existem outras vítimas do ato.

Os suspeitos trata-se de Andrielson da Mota Silva, 21, que comandava de dentro do Complexo Prisional, toda a articulação para a prática do crime. Era ele que ligava para as vítimas e as extorquia. Enquanto o irmão, Valnei Ferreira Silva Junior, 19, a princípio, réu primário e que sacava o dinheiro depositado. Andrielson, já responde inquérito policial por dois crimes diferente sendo homicídio, roubo a veículos e agora passa a ser indiciado por estelionato.

Segundo o delegado Eduardo Rodovalho foi possível chegar até os suspeitos, através de uma movimentação bancaria suspeita, o banco acionou imediatamente a polícia, que se dirigiu até o local surpreendendo o criminoso que estava sacando o dinheiro. “Posteriormente através do sistema de inteligência do banco descobrimos que um aposentado, da cidade de Pinhais, a vítima teria efetuado o deposito na agência bancaria. Em diligências do caso, nos identificamos nas ligações que a prática do golpe partiu de dentro do Complexo Prisional”, explica.

O suspeito Andrielson da Mota, afirmou que mentiu para o irmão, e que Valnei Ferreira, não sabia de nada. “Meu irmão vai preso inocentemente, porque eu menti. Falei para ele que era um dinheiro depositado pela indústria, que eu trabalhava. E queria que juntasse a grana para mim”, diz. Ainda de acordo com Andrielson, não acha normal fazer este tipo de golpe, mas “é o jeito de trabalhar e sobreviver dentro da cadeia, e só foi essa vítima”, afirma.

Segundo Valnei Ferreira, o irmão falou que daria para ele, R$ 250, para ajudar a sobrinha que está doente. “Na hora que eu fui pegar o dinheiro na minha conta, a polícia me pegou. Na minha conta tinha R$ 1,5 mil. E eu não sabia desse tipo de golpe, nunca mexi com isso. Meu irmão, disse que iria colocar o dinheiro na minha conta, e era só sacar”, conta. Valnei afirma também que não sabia que o irmão estava preso, pois ele nunca disse onde estava. E se arrepende de ter cometido algo de errado.

Ainda de acordo com o delegado Eduardo Rodovalho, as pessoas que cai nesse tipo de golpe, geralmente são pessoas mais desatentas e que no calor do momento, a vítima se deixa ser ludibriada. “Eles ligam para alguém, e inventam uma história, a princípio, ligam para pessoas de outro estado simulando se passar por um parente próximo, para convencer a vítima, a depositar o dinheiro em conta corrente”, explica.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 232 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal