Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/11/2007 - Açoriano Oriental Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude e roubo de identidade em debate


“Fraude e roubo de identidade, a logística do crime organizado” é o tema de uma conferência que se realiza entre quarta e sexta-feira em Tomar, no âmbito da Presidência Portuguesa da União Europeia, anunciou o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

A conferência "pretende envolver Portugal numa discussão alargada e numa abordagem actualizada sobre estes problemas, dando nota da sua relevância, quer no actual panorama criminal, quer num contexto em que grande parte dos contactos e transacções se concretizam via Internet e em que a modernização e simplificação administrativas conduzem à desmaterialização processual e à identidade digital", refere o SEF em comunicado.

O SEF adianta que o evento "pretende ainda complementar iniciativas similares e contribuir para uma harmonização de medidas e abordagens ao nível da União Europeia".

Sob o tema geral da conferência serão "abrangidas e interligadas diversas matérias que se enquadram nas prioridades de intervenção do espaço de Justiça, Liberdade e Segurança e se constituem como estímulos para uma cooperação alargada entre diversas entidades, no sentido da protecção da identidade e da prevenção e luta contra as fraudes que lhe estão associadas".

Esta iniciativa - promovida e organizada pelo Gabinete Coordenador de Segurança, no âmbito da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia - conta, ao nível europeu, com parcerias do Conselho da Europa, Reino Unido e Holanda.

Conta também com o apoio das forças e serviços de segurança portugueses e a colaboração da Câmara Municipal de Tomar e do Convento de Cristo, onde decorrerão os trabalhos da conferência, que reunirá representantes de autoridades judiciárias, serviços de imigração e organismos de Estados-membros da União Europeia e países associados, bem como de países e organizações que têm desenvolvido estratégicas nas temáticas em debate.

"Portugal estende a sua participação a outras entidades, nomeadamente do sector privado, cujas competências reguladoras e interesses lhes conferem estatuto de actores importantes e com papel preventivo, cujas sinergias importa promover", segundo o SEF.

O programa da conferência terá início na quarta-feira com a abertura oficial, no Convento de Cristo, presidida pelo secretário de Estado adjunto e da Administração Interna, José Magalhães.

A conferência inclui painéis dedicados ao cibercrime, à biometria, à cadeia de identidade e ao crime transnacional.

No último dia, sexta-feira, serão apresentadas as conclusões de cada painel e as conclusões gerais da conferência sobre "Fraude e roubo de identidade, a logística do crime organizado".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 340 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal