Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

17/04/2013 - cidadeverde.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Câmara aprova CPI para apurar rombo de R$ 500 mil em Corrente

É a primeira CPI aprovada na gestão dos novos prefeitos; um servidor já foi preso acusado de lavagem de dinheiro.

Os vereadores de Corrente aprovaram a instalação de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar desvio milionário de recursos na prefeitura. Segundo a denúncia, o rombo ultrapassa os R$ 500 mil e vai investigar fraudes na folha de pagamento dos servidores da Secretaria de Saúde da cidade de Corrente (a 874 km de Teresina).

É a primeira CPI aprovada na gestão dos novos prefeitos. Um servidor já foi preso pela Polícia acusado de peculato, lavagem de dinheiro e a alteração em cadastro na folha de pagamento.

A CPI vai apurar a gestão do ex-prefeito Benigno Ribeiro de Sousa Filho, do PMDB, nos meses de julho a dezembro, período onde teria ocorrido a fraude.

O vereador Edilson Nogueira (PT), que será o relator da CPI, informou que a fraude pode ter atingido mais de 100 funcionários da Saúde. De acordo com a investigação, os fraudadores reproduziam dados de funcionários e criavam novas contas na Caixa Econômica.

“Um funcionário fazia o deposito em 36 contas juntos a Caixa. Hoje foi uma comoção. Funcionários chorando e afirmando que não sabiam da fraude”, informou o parlamentar petista.

A CPI vai ouvir o prefeito Benigno Ribeiro, funcionários e gerente da Caixa. “É uma denúncia gravíssima e que deixa o todos consternados”, disse Edilson Nogueira.

O presidente da CPI será o vereador Salmeron Filho (PSB). A CPI foi aprovado por 8 X 3.

Polícia

O delegado Danúbio Dias da Silva, que preside o inquérito, informou que o servidor Joelson Lobato Amaral, 32 anos, está preso domiciliarmente enquanto é concluído o inquérito. Ele disse ainda que houve a quebra do sigilo bancário do funcionário e foi localizado R$ 460 mil em sua conta.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 198 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal