Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

17/04/2013 - JC Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Após assaltos, Correios suspendem entrega de cartões de crédito em AL


Após 22 assaltos a carteiros apenas este ano, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos em Alagoas (ECT) decidiu suspender por tempo indeterminado a entrega de cartões de crédito e de bancos em todo o Estado.

A insegurança e a atuação de quadrilhas especializadas em roubo de cartões são apontados pela direção geral dos Correios como os motivos da suspensão desse tipo de entrega. “Quase diariamente temos um carteiro assaltado, principalmente em Maceió”, justifica o assessor de Comunicação da ECT em Alagoas, Carlos Gonçalves.

Esse tipo de entrega está parado desde ontem (16) e não tem data para ser retomado, segundo a empresa, que presta o serviço aos bancos. A assessoria afirma que os carteiros só voltarão a entregar cartões aos usuários alagoanos quando houver um maior policiamento nas ruas. “Não há previsão de retomar a entrega. Tudo vai depender da pressão da sociedade. Também estamos buscando conversar com a Segurança Pública do Estado”, disse Gonçalves.

Quem tiver cartão de crédito ou de conta para receber em qualquer dos 102 municípios de Alagoas nos próximos dias terá que esperar uma notificação dos Correios e ir busca-lo nas agências da empresa.

A última ocorrência envolvendo cartões de crédito e os Correios em Alagoas foi na última quarta-feira (10), quando o carteiro Benedito Basílio da Silva, de 49 anos, foi preso em São Miguel dos Campos, no interior do Estado, sob a acusação de integrar uma quadrilha especializada em clonagem de cartões. Segundo a polícia, ele desviava correspondências e entregava os cartões à quadrilha.

O Procon de Alagoas criticou a atitude dos Correios e a classificou como "um ato de irresponsabilidade". O órgão de defesa do consumidor disse que não pode notificar a ECT e orienta àqueles que se sentirem prejudicados a denunciar.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 112 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal