Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

10/04/2013 - JC Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Laboratório de mídias falsificadas é fechado na Várzea


Um laboratório para falsificação de mídias que fica na Várzea, na Zona Oeste do Recife, foi fechado na manhã desta quarta-feira (10). O número de CDs e DVDs e o maquinário utilizado no crime surpreendeu os policiais da Delegacia de Crimes contra a Propriedade Imaterial, conhecida como Anti-Pirataria.

"Ainda não contamos todos os materiais que foram apreendidos, mas são mais de 10 mil mídias apreendidas, além de 198 drives de gravação", afirmou o delegado Germano Cunha Bezerra. Além disso, foram encontrados no laboratório, que fica na Rua Marechal Manoel Luís Osório, mais de 10 impressoras e 18 torres de gravação. "Isso tudo nos surpreendeu, mesmo lidando com esse crime corriqueiramente", concluiu.

Com esse maquinário, era possível falsificar pelo menos 30 mil mídias, que movimentariam R$ 30 mil reais por dia. "Supomos, por isso, que essas mídias eram distribuídas em toda a Região Metropolitana do Recife", disse o delegado. As investigações sobre a atuação do laboratório começam nesta quarta-feira (10).

Quatro pessoas foram presas em flagrante no estabelecimento. Emerson Santos Gomes da Silva, 21 anos; Jéssica Oliveira da Silva, 23; Gisele Martins de Santana, 18; e Jonata Oliveira da Silva, 27, estão sendo autuados por violação de direito autoral e formação de quadrilha, crimes pelos quais podem pegar sete anos de prisão.

Os homens serão encaminhados ao Centro de Observação e Triagem (Cotel) e as mulheres para a Colônia Penal Feminina do Recife, conhecida como Bom Pastor. Segundo Germano Cunha, eles preferiram não dar informações sobre o funcionamento do laboratório, usando o direito constitucional de só falar à Justiça. Amostras das mídias e o maquinário apreendidos serão levados ao Instituto de Criminalística (IC) para atestar a falsificação.

DENÚNCIA - A ação desta quarta-feira foi realizada após uma denúncia feita à Delegacia de Crimes contra a Propriedade Imaterial na semana passada. Por isso, o delegado ressalta a importância de relatar os crimes à polícia. O telefone da delegacia para informações é (81) 3184-3580 e a ligação pode ser anônima.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 83 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal