Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/11/2007 - Correio Braziliense Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia investiga venda de diplomas falsos em escola do Entorno

Por: Thomaz Pires


Localizado no bairro Sol Nascente em Luziânia (GO), no Entorno do Distrito Federal, o Colégio estadual José Carneiro Filho está sob a investigação da 2ª Delegacia de Polícia. Desde o último dia 25, policiais apuram suposta venda de certificados dos ensinos Médio e Fundamental na instituição de ensino. A denúncia foi feita pela atual diretoria. Ao consultar os arquivos antigos da escola, foram encontradas quatro cópias de diplomas emitidos para alunos que sequer chegaram a estudar no local. Os documentos eram assinados pelo antigo diretor, Luiz Carlos dos Santos. Ele é acusado de cobrar R$ 300 para falsificar cada certificado. A polícia suspeita que o número de documentos fraudados possa ser ainda maior.

Uma das quatro cópias de certificados encontradas está no nome de Ailton de Lima Torres. Segundo a atual diretora, Íris Mendonça, nunca existiu nenhuma relação dele com a escola, a não ser pertencer à mesma terra natal do antigo diretor Luiz Carlos dos Santos. Morador do município de Combinado, no estado de Tocantins, o estudante fantasma nunca esteve em nenhuma sala de aula da instituição de ensino. Contudo, o falso certificado aponta que ele teria estudado no local entre 1998 e 2002 e concluído o ensino fundamental com desempenho satisfatório e excelente, entre as nove disciplinas curriculares.

Na última semana, a polícia da cidade conseguiu descobrir por meio do sistema integrado da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) o paradeiro de Ailton. Ele ainda deverá prestar esclarecimentos sobre o caso. A polícia de Luziânia quer descobrir que tipo de relação ele mantém com o antigo diretor.

Há três meses no cargo, a diretora Colégio Carneiro Filho conta ter sido procurada inúmeras vezes por interessados em comprar certificados falsos. Segundo ela, as tentativas de negociações acontecem de forma indiscriminada. “As pessoas ligam pra cá (para o telefone que fica sobre sua mesa) e fazem todos os tipos de ofertas. O pior é que não ficam desconcertadas quando aviso que a direção mudou”, conta. A fraude tornou-se motivo de chacota entre os estudantes, que já sabem das acusações contra a antiga direção. “Todo mundo faz piada sobre o assunto em sala de aula, mas os professores não gostam”, conta o estudante da 6ª série, Perckson do Nascimento, 13 anos.

A reportagem teve acesso aos documentos falsificados e constatou que a alteração era feita de forma grosseira. Depois de ser preenchido à mão, o certificado era carimbado e assinado pelo diretor Luiz Carlos dos Santos e de sua então secretária, Luciane de Araújo Roriz. Não há qualquer registro desses alunos fantasmas no computador da escola, onde ficam armazenados os últimos certificados emitidos. As quatro cópias encontradas pela atual diretoria haviam sido deixadas em uma pasta na sala da coordenação.

Procurado pela reportagem, o antigo diretor disse não se lembrar de assinar qualquer certificado preenchido manualmente. Ele disse ter delegado a responsabilidade à sua secretária Luciane. “Eu assinava inúmeros documentos todos os dias. Alguns até em branco. Tudo era passado para a minha secretária, em quem sempre tive a maior confiança”, explica. Sobre o conterrâneo Ailton de Lima, que possui um certificado com sua assinatura, o antigo diretor afirma sequer conhecê-lo.

Com mais de 1200 alunos matriculados, o Colégio estadual José Carneiro foi inaugurado em 2003. O antigo diretor Luiz Carlos dos Santos ocupou o cargo até 2005. Depois, foi substituído por sua então vice-diretoria, Maria Celsa Cardoso, que permaneceu no cargo até julho deste ano. Pressionado pela atual gestão, o ex-diretor Luiz Carlos foi afastado no último mês da escola pelas suspeitas de venda de certificados. Ele deverá ser investigado também pela Secretaria de Educação do Estado de Goiás. Assim, pode responder a processo administrativo junto ao governo do estado.

A Secretaria de Educação de Goiás já foi informada sobre as suspeitas que pesam contra o diretor. As denuncias, relatadas em um documento com três páginas, foram encaminhadas para a Subsecretaria Regional de Educação de Luziânia no início de agosto. Desde então, os denunciantes aguardam as apurações por parte do estado.

Investigação

Na 2ª Delegacia de Polícia de Luziânia, as investigações sobre o caso ainda estão em fase inicial. O delegado-chefe, Niteu Chaves Júnior, pretende ouvir os funcionários da antiga direção supostamente envolvidos. Além disso, a documentação entregue deverá ser periciada antes da abertura do inquérito. “O material apresentado é consistente e justifica uma investigação aprofundada. Mas ainda deveremos analisar os certificados adulterados antes de levar as apurações adiante”, comenta.

O antigo diretor, Luiz Carlos dos Santos, e a secretária Luciane de Araújo Roriz podem ser indiciados por falsificação de documentos públicos. Caso sejam confirmadas as denúncias, ambos podem ser condenados a até oito anos de prisão. A investigação pretende ainda intimar os quatro falsos alunos que teriam comprado o diploma. Eles deverão ter o documento anulado pela Secretaria de Educação de Goiás caso também seja confirmada a fraude.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 330 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal