Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

16/04/2013 - TVI Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Dois homens detidos por anúncios falsos na internet

Terão provocado prejuízos «na ordem das centenas de milhares de euros».

A Polícia Judiciária (PJ) deteve dois homens, em Lisboa, suspeitos de pertencerem a um grupo criminoso transnacional, que terão provocado prejuízos «na ordem das centenas de milhares de euros» através de burlas na internet.

Fonte da PJ disse à agência Lusa que os detidos, de 32 e 39 anos, residentes em Lisboa, «lesaram uma multiplicidade de vítimas estrangeiras», com recurso à colocação na internet de anúncios falsos de venda de automóveis e de outros bens de elevado valor, a preços «muito convidativos».

As vítimas, segundo a mesma fonte, procediam depois ao depósito de uma quantia numa conta bancária, fornecida pelos suspeitos, que servia de adiantamento/sinal para pagar o bem em causa, que não pertencia aos seus anunciantes.

De seguida, os alegados burlões dirigiam-se ao banco e efetuavam o levantamento do dinheiro, perdendo os clientes o dinheiro e o «rasto» aos supostos vendedores.

Um dos arguidos era responsável pela angariação das contas bancárias junto de terceiros a troco de dinheiro, nas quais os potenciais clientes efetuavam o «depósito do negócio».

Depois de presente a primeiro interrogatório judicial, o arguido ficou sujeito à medida de coação de apresentações periódicas.

O segundo elemento ocupava um lugar superior na hierarquia da alegada rede criminosa, com a responsabilidade de levantar o dinheiro e de o entregar a outros elementos do presumível grupo.

Este suspeito vai ser hoje presente a tribunal para aplicação de eventuais medidas de coação.

De acordo com a fonte da PJ, os dois detidos terão desenvolvido a atividade criminosa entre 2010 e 2012, tendo causado prejuízos «na ordem das centenas de milhares de euros». Acrescentou que a investigação vai continuar, havendo a possibilidade de vir a acontecer mais detenções.

Um dos arguidos trabalhava na restauração e o outro não tinha atividade conhecida. São suspeitos da prática dos crimes de burla qualificada, associação criminosa e branqueamento de capitais.

Em comunicado, a PJ alerta os cidadãos residentes em território nacional para que recusem ceder as suas contas bancárias a desconhecidos, a troco de dinheiro, pois «podem estar a colaborar com atividades ilícitas, devendo tal situação ser reportada, com a maior brevidade, às autoridades».

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 139 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal