Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

16/04/2013 - Tribuna Hoje / UOL Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Investidor admite fraude de US$ 1 bilhão em esquema com ações da Apple

Homem se declarou culpado por fraude eletrônica que levou corretora à falência.

Um ex-funcionário da corretora norte-americana Rochdale Securities se declarou culpado ante a Justiça dos Estados Unidos por fraude eletrônica, em um esquema que envolveu US$ 1 bilhão em ações da Apple e levou a corretora em que ele trabalhava à falência.

David Miller, de 40 anos, pode pegar até 25 anos de prisão quando a sentença sair, em 8 de julho. Porém, após a confissão de culpa, um acordo pode reduzir sua pena para um período de cinco a oito anos.

Os promotores afirmaram que Miller deu uma ordem para compra de 1,625 milhão de ações da Apple no dia 25 de outubro do ano passado. Ele informou à Rochdale que a operação era para um cliente da corretora -que, na realidade, havia encomendado apenas 1.625 ações.

No mesmo dia a companhia divulgaria seus resultados do terceiro trimestre, e a expectativa era de que o preço das ações subisse.

No entanto, as ações da Apple iniciaram ali uma sequência de quedas, e a operação fez com que a Rochdale perdesse US$ 5,3 milhões. A corretora, que funcionava há 37 anos, deixou de ter o mínimo de ativos exigido por lei após a operação de Miller, e acabou fechando as portas.

De acordo com os promotores, Miller também conspirou com um operador de outra corretora, que não foram identificados no processo.

O operador levou sua corretora a a assumir posição vendida em 500 mil ações da Apple, para que Miller pudesse recuperar parte do dinheiro perdido com a aquisição da Rochdale.

Miller se rendeu às autoridades federais em dezembro. Ele foi preso, mas libertado sob fiança de US$ 300 mil.

A Rochdale não é ré no processo. Daniel Crowley, que foi presidente da companhia, não foi encontrado pela agência de notícias Reuters para se pronunciar.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 145 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal