Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

14/04/2013 - Notícias ao Minuto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia PJ congelou 38 milhões de 'dinheiro sujo' a advogado suspeito

De um total de 80 milhões de euros em contas e aplicações suspensas pela Polícia Judiciária no ano passado, cerca de metade (38 milhões de euros) tiveram origem numa conta de um advogado representante de um fundo sediado num offshore das Caraíbas, conta este domingo o Diário de Notícias (DN).

A Polícia Judiciária confiscou 38 milhões de euros a um advogado por suspeitas de operações de ‘lavagem’, conta hoje o DN, que revela que, na base do confisco, esteve a transferência deste valor para uma conta aberta num banco em Portugal pelo advogado, que representava um fundo offshore sediado num paraíso fiscal das Caraíbas, o que levantou as suspeitas da PJ.

De acordo com o jornal, no ano passado, a Unidade de Informação Financeira da PJ investigou 49 casos de movimentações ‘ estranhas’ de dinheiro, tendo confiscado, no total, 80 milhões de euros por suspeitas de operações de ‘lavagem’ e metade deste ‘dinheiro sujo’ congelado pela PJ pertencia aquele advogado português representante de um fundo sediado num offshore das Caraíbas.

Os 80 milhões de euros de dinheiro suspeito congelado pela PJ foram suspensos em 49 casos já em sede de inquérito criminal, em que estava em causa a “lavagem” de “dinheiro sujo” por pessoas e organizações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 129 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal