Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

11/04/2013 - PB Agora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estudante universitária é presa em Cajazeiras acusada de estelionato


A estudante universitária do curso de Fisioterapia, Maria Liduina Andrade Leite, 32 anos, foi presa em flagrante, na tarde desta quarta-feira (10), na cidade de Cajazeiras, Sertão paraibano, acusada de estelionato. Segundo o delegado regional Gilson Teles, a estudante teria aplicado golpes em cinco médicas de João Pessoa. Mais de quarenta cartões de créditos e chips de celulares cadastrados em nome de várias pessoas foram encontrados na residência da acusada. Maria Liduina estuda em uma universidade particular em Cajazeiras.

O delegado revelou que a estudante vinha sendo investigada há dois meses, quando a Polícia Civil de Cajazeiras foi acionada por profissionais da saúde informando que estavam sendo vítimas de golpes na cidade. “Maria Liduina criou um site direcionado aos profissionais da saúde e com isso tinha acesso a dados pessoais de médicas famosos da Capital paraibana e assim começou a aplicar os golpes”, revelou.

Segundo Teles, uma médica de João Pessoa prestou queixa informando que uma mulher da cidade de Cajazeiras efetuou uma compra no valor de R$ 5.900 em produtos a uma empresa de São Paulo. “A médica começou a desconfiar do golpe quando o banco ligou para ela confirmando uma compra nesse valor. Isso ocorreu há 10 dias. Ela negou a compra e comunicou o crime à polícia”.

O delegado disse que as investigações foram se aprofundando e confirmaram o estelionato. “Como ela tinha acesso aos documentos pessoais das pessoas, Maria Liduina, usou a carteira de habilitação da médica denunciante, trocou apenas a foto e se passou pela profissional”.

De passo das informações, os policiais civis montaram uma campana e nesta quarta (10), flagraram o carregamento chegando na casa da estudante, localizada no Centro de Cajazeiras. “O objetivo dela era montar uma clínica de fisioterapia e, inclusive, o objeto comprado em São Paulo era uma cadeira para estética. Flagramos a hora que ela assinou a nota se passando por uma médica”.

Na casa da estudante universitária, os policiais encontraram sapatos e roupas de grifes, além de eletroeletrônicos, comprados com dinheiro do estelionato, segundo informou o Gilson Teles. Maria Liduina Andrade vai responder por falsidade ideológica, estelionato e falsidade de documento pessoal. Ela será transferida para o presídio feminino de Cajazeiras. O delegado do Grupo Tático Especiais ( GTE), Luiz Antônio Barbosa Neto, participou das investigações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 261 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal