Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

09/04/2013 - Diário de Guarapuava Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casal é preso por participação em esquema de estelionato pela Internet

Por: Douglas Belan

O rapaz, que estudava em uma faculdade de Pitanga, adquiria números de cartões de crédito clonados e comprava eletroeletrônicos para revendê-los.

A Polícia Civil de Guarapuava prendeu em flagrante, na última segunda-feira, dia 8, um casal que cometia crimes de estelionato em várias cidades da região. Devidson Santos da Silva, 21, confessou que adquiria dados de cartões de crédito através de um esquema criminoso na Internet, utilizando-os para comprar eletroeletrônicos. A esposa, Eliza Mara Rodrigues de Andrade, 20, seria cúmplice no crime. Vários objetos foram apreendidos na casa onde moravam, em Pitanga.

A investigação começou após a denúncia de um comércio de Guarapuava, que já havia sido prejudicado pelo casal na última sexta-feira, 5. Na segunda, os estelionatários teriam efetuado uma nova compra no estabelecimento, desta vez, com um cartão de crédito clonado. A verdadeira titular do cartão – que é moradora de Minas Gerais – descobriu a transação e entrou em contato com a loja, que avisou a polícia.

À tarde, a equipe da PC foi até o comércio e ficou aguardando a presença dos criminosos, que iriam retirar os dois aparelhos celulares comprados pela manhã. O flagrante aconteceu por volta das 18h. A polícia foi até a casa dos estelionatários, em Pitanga, e descobriu notebooks, celulares, relógios, vídeo-games e uma televisão.

“Esses produtos, certamente, não correspondem nem a 10% dos materiais que eles obtiveram mediante a prática de estelionato. Então, as investigações vão continuar, vamos identificar as vítimas e, eventualmente, devolver os objetos furtados”, disse o delegado adjunto da 14ª SDP (Subdivisão Policial), Alysson Henrique de Souza.

Segundo Devidson, as senhas de cartões eram compradas por ele através de redes sociais, como o Orkut. No entanto, o jovem não soube informar a identidade dos verdadeiros “hackers”, que usavam perfis falsos para vender as informações.

Cada informação custava cerca de R$ 100. Com os dados de cartões alheios, o casal comprava equipamentos pela própria Internet, ou em comércios da região. Em entrevista, Devidson afirmou ter lucrado cerca de R$ 5 mil com os crimes, desde novembro do ano passado. A polícia acredita que o estelionato era cometido há pelo menos um ano.

Devidson é natural do Estado do Pará e veio a Pitanga para estudar o curso de Direito. Na cidade, conheceu Eliza Mara Rodrigues de Andrade, com quem mantinha um relacionamento. O jovem afirmou que a esposa não participava das atividades criminosas e que tentava convencê-lo a largar o crime.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 217 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal