Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

09/04/2013 - Midiamax Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilha das falsas CNH´s entrega ao Gaeco servidores do Detran envolvidos em esquema

Por: Graziela Rezende


Diferente de muitas investigações policiais, em que os presos se negam a repassar qualquer detalhe que possa contribuir para desmantelar uma quadrilha, os sete homens detidos em Mato Grosso do Sul estão colaborando com a operação ‘risco duplo’, deflagrada na manhã desta terça-feira (9), para combater a fraude na emissão de CNH´s (Carteira Nacional de Habilitação).

Segundo o promotor Marcos Alex Vera, em depoimento, os presos repassaram nomes dos servidores do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), do Estado e também do Mato Grosso, que contribuíam com a quadrilha no sentido de fornecer papéis moeda para a emissão da CNH e repassar notas de pessoas que sequer compareceram ao órgão para realizar exames teóricos e práticos.

“Nós não vamos citar nomes para não atrapalhar no andamento das investigações, mas existem, inclusive, indícios do envolvimento de servidores com cargo de chefia. Dos presos, seis tinham contatos com o Detran da Capital e outros dois com o órgão do Mato Grosso”, afirma o promotor de Justiça Marcos Alex Vera.

Sobre a colaboração dos suspeitos, o promotor explica que eles estão ‘declinando de forma pontual todo o esquema fraudulento’ e por isso podem até ter a prisão revogada. Por enquanto, permanecerão na 3ª Delegacia de Polícia e Defurv (Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos).

A descoberta do esquema ilícito, de acordo com o promotor, teve início no dia 30 de outubro de 2012, quando seis carteiras de motoristas falsas foram apreendidas em Rio Brilhante, Dourados e Campo Grande.

“Eles não tiveram medo algum de falar do negócio, inclusive com os nossos agentes que se infiltraram e descobriram com facilidade o esquema. A partir daí, obtivemos a prova de 50 CNH´s falsas, mas acreditamos no mínimo a emissão de 500 documentos, entre habilitações e certificados de cursos”, avalia o promotor.

Com o certificado para dirigir caminhões de carga perigosa, por exemplo, algo exigido para a contratação de motoristas para usinas de álcool, muitos conseguiram o emprego sem qualquer treinamento.

“Em Nioaque, achamos pelo menos 15 condutores envolvidos no esquema. Com o curso comprado, eles dirigiam nas rodovias transportando combustíveis, grandes cargas tóxicas e até crianças, naqueles casos de emissão de CNH para transporte escolar”, conta ao Midiamax o promotor Marcos Alex.

Nos outros municípios, sabe-se que até sitiantes e analfabetos tiraram carteiras de motorista. “São pessoas de Bonito, Vicentina, Fátima do Sul, Dourados e Campo Grande”, finaliza o promotor Marcos Alex.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 115 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal