Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/11/2007 - Jornal A Razão Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe limpa conta da Câmara

Por: Carlos Silveira


Nem a Câmara de Vereadores de Santa Maria escapou da ação dos estelionatários. Na tarde de quarta-feira, foi descoberto um golpe que causou um prejuízo de 111,65 mil reais, através da falsificação de cheques. A Câmara instaurará uma sindicância para apurar as responsabilidades. A Polícia Civil (PC) ouviu os primeiros depoimentos ontem, mas a investigação só deve acelerar quando o banco fornecer os cheques adulterados.

Os saques aconteceram na agência do Banco do Brasil da avenida Rio Branco, no Centro. Segundo o presidente do Legislativo municipal, vereador Isaías Romero (PMDB) e o procurador jurídico da Câmara de Vereadores, Tiago Robinson, 2 cheques foram descontados na quarta-feira. Um de 62,85 mil reais e o outro, de 48,8 mil reais. Conforme a PC, a suspeita é de que o golpe tenha começado com a adulteração do valor e a falsificação da assinatura de outro cheque da Câmara, de 850 reais, referente ao salário do assessor parlamentar do vereador Jorge Trindade (PT), Éverton Antonio Machado Holkem, de 21 anos. O documento teria dado origem a outros 2 cheques.

O terceiro cheque, de 38,9 mil reais, só não foi descontado quarta-feira à tarde porque a conta do Legislativo santa-mariense estava sem fundos. Nesta hora, o bancário resolveu telefonar à Câmara para pedir informações e saiu do caixa. Ao voltar, percebeu que a pessoa que tentou sacar o dinheiro tinha sumido, abandonando a carteira de identidade em cima do balcão.

Em nota oficial, a Câmara afirma ter tomado providências assim que soube do caso. Uma sindicância será instaurada para apurar se há envolvimento de Éverton Holkem ou outros servidores no crime. Um relatório será apresentado em 10 dias úteis. “A presidência fará o necessário para apurar as responsabilidades do delito. O culpado, seja quem for, será responsabilizado”, garantiu o presidente Isaías Romero.

“Já pedi autorização judicial para o banco entregar os cheques à Polícia”, afirmou o delegado responsável pelo caso, o titular do 1º Distrito Policial, Vladimir Urach. “É provável que eu tenha isso em mãos só a partir de segunda-feira. Trata-se de um estelionato, mas por enquanto não há indícios que apontem na direção dos responsáveis”. A investigação deverá acelerar a partir da entrega dos documentos. Servidores da contabilidade da Câmara também serão ouvidos também no 1º DP.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 629 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal