Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

02/04/2013 - Portal Exame Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Senador de Nova York é preso por corrupção

Malcolm Smith, de 56 anos, é acusado de ter comprado, mediante intermediários, a candidatura republicana à prefeitura da cidade de Nova York.

Nova York - Um senador do estado de Nova York foi detido nesta terça-feira, acusado de corrupção, por ter comprado, mediante intermediários, a candidatura republicana à prefeitura da cidade de Nova York.

Malcolm Smith, de 56 anos, senador democrata do distrito de Queens há 13 anos, é um dos seis funcionários locais detidos pelas autoridades federais neste caso de corrupção, que envolve milhares de dólares.

Segundo a ata de acusação, Smith queria ser o candidato à prefeitura como republicano, mas para isso necessitava da aprovação de três dos cinco republicanos do colégio eleitoral nova-iorquino.

Para isso, com a ajuda de dois intermediários, recrutou o vereador republicano Daniel Halloran, que recebeu 20.500 de dólares para convencer dois dos cinco delegados do colégio eleitoral de Nova York a autorizar a candidatura de Smith como um republicano, o lado político que ele considerava mais conveniente para ser eleito, indicou nesta terça-feira o procurador novaiorquino Preet Bharara, durante uma coletiva de imprensa.

As prisões ocorreram depois da descoberta da realização nos últimos meses de reuniões secretas em veículos ou quartos de hotel, e a existência de grandes somas de dinheiro no caso.

Os dois funcionários do distrito, Vincent Tabone (Queens) e José Savino (Bronx), receberam, em meados de fevereiro, uma primeira soma de 15 mil dólares em dinheiro e 25 mil, respectivamente. Cada um receberia mais uma parcela de igual valor, uma vez assinado a papelada para registrar a indicação republicana de Smith, segundo a acusação.

Além disso, Smith prometeu usar sua influência como senador para arrecadar fundos para um projeto de estrada que beneficiaria dois intermediários que se passavam por corretores imobiliários, mas que eram de fato espiões do FBI.

Smith, cujo advogado declarou sua inocência, e Halloran, também detido hoje, serão investigados por corrupção de funcionários políticos e transferência de fundos ilícitos. Enfrentam uma pena máxima de 25 anos de prisão.

As eleições municipais em Nova York estão previstas para novembro.

O atual prefeito, Michael Bloomberg, de 71 anos, exerceu três mandatos desde janeiro de 2002 e não pode se candidatar novamente.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 285 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal