Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

01/04/2013 - Bonde News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MP deve investigar fraudes na reciclagem em Londrina

Por: Guilherme Batista


A Cooprelon, responsável por fazer a coleta seletiva em 55 mil domicílios de Londrina, apresentou na tarde desta segunda-feira (1º) defesa à Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU). A cooperativa é acusada de fraudar contratos e desviar dinheiro público, que, em tese, deveria ser destinado aos recicladores. São pelo menos oito tipos de fraudes e irregularidades.

A diretoria de Operações da CMTU abriu procedimento no final do mês passado para apurar o pagamento com dinheiro público por veículos privados, a ausência do repasse de INSS aos catadores, a suposta utilização de profissionais fantasmas e a falsificação de assinaturas.

Segundo a companhia, a Cooprelon tem recebido os R$ 207 mil mensais do poder público - previstos em contrato -, mas repassado apenas o dinheiro obtido através da venda do material reciclável coletado aos recicladores. Segundo a assessoria de imprensa da CMTU, a defesa apresentada nesta segunda-feira não foi acatada pela diretoria de Operações.

De acordo com a assessoria, a defesa "não demonstrou que as informações apuradas pela CMTU estavam equivocadas". A companhia informa, ainda, que todo o material coletado durante o procedimento vai ser encaminhado ao Ministério Público (MP), para que os promotores aprofundem as investigações e entrem com ações judiciais contra os responsáveis.

Cabe ao presidente da CMTU, Carlos Alberto Geirinhas, decidir se o contrato com a Cooprelon vai ser rescindido. Enquanto isso, a cooperativa continua prestando o serviço de coleta seletiva ao município. A assessoria não soube informar quanto tempo Geirinhas tem para tomar a decisão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 131 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal