Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

26/03/2013 - O Povo / AFP Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Justiça condena falsos produtores de filme por fraude milionária

De acordo com a Procuradoria, o resultado final do projeto teria sido um filme de apenas sete minutos e de 'qualidade inutilizável'.

2013 - 09h00 De acordo com a Procuradoria, o resultado final do projeto teria sido um filme de apenas sete minutos e de 'qualidade inutilizável' notícia 0 comentários Enviar por e-mail Imprimir Aumentar texto Diminuir texto Corrigir REPRODUÇÃO A atriz de origem anglo-irlandesa Aoife Madden, de 31, foi sentenciada a quatro anos e oito meses de prisãoINSEGURANÇA ONU retira funcionários da Síria (0) Dell confirma ofertas de compra de Icahn e Blackstone (0) Deposto presidente centro-africano Bozizé está refugiado em Camarões (0)
Cinco pessoas que fingiram estar rodando um filme como parte de um sofisticado esquema de fraude fiscal foram condenadas na última segunda-feira, 25, por um tribunal de Londres.

O grupo declarou à Receita Federal que estava filmando o longa "A Landscape of Lives", orçado em 30 milhões de dólares, e que esperava a participação do ator britânico Jeremy Irons, explicou a Procuradoria, durante o julgamento.

Os fraudadores criaram uma série de empresas-fantasma para solicitar devoluções de Impostos sobre o Valor Agregado (IVA), ou incentivos fiscais destinados a estimular a produção cinematográfica britânica.

Entre 2010 e 2011, o grupo apresentou vários documentos falsos sobre supostos pagamentos feitos e pediu o reembolso de 2,78 milhões de libras (correspondentes a 4,2 milhões de dólares). O grupo teria recebido 796,318 mil libras.

De acordo com a Procuradoria, o resultado final do projeto teria sido um filme de apenas sete minutos e de "qualidade inutilizável".
Quando a fraude foi descoberta, e as primeiras prisões, anunciadas, os falsos produtores organizaram um novo filme - desta vez, de baixo orçamento.

Intitulado "A Landscape of Lies" saiu diretamente em DVD, em 2011.
"Foi um complô extraordinário para atacar o erário público", declarou nesta segunda-feira a responsável pela Divisão de Fraude na Procuradoria britânica, Sue Patten.

A pena máxima, de seis anos e meio, foi para o britânico Bashar al Issa, de 34 anos, considerado o mentor do golpe.

A atriz de origem anglo-irlandesa Aoife Madden, de 31, foi sentenciada a quatro anos e oito meses de prisão. Ela admitiu ter apresentado "um pacote de mentiras" sobre o projeto aos fiscais da Fazenda.

O paquistanês Tariq Hassan, de 52, e o iraquiano Osama al Baghdady, de 51, receberam penas de quatro anos, seis meses a mais do que Ian Sherwood, de 53, que permitiu que seus escritórios fossem usados no esquema.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 101 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal