Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

23/03/2013 - TopNews / Olhar Direto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Vereador denuncia indício de fraude em processo seletivo da prefeitura

Por: Giselle Saldanha


O vereador Carlos Vanzelli (PDT), denunciou indícios de irregularidades no processo seletivo realizado pela prefeitura de Rondonópolis este mês para contratação de mais de 300 servidores em diversos setores da administração. De acordo com ele, um servidor teria rasurado cerca de 120 fichas para beneficiar ‘privilegiados’.

Depois de um discurso longo e árduo sobre ética, o pedetista levantou que um dos servidores da equipe de contagem teria atribuído pontuações a uma certa lista de nomes ‘copinchas’ para beneficiá-los. Segundo Vanzelli, a fraude foi descoberta porque o escrutinador conferiu pontos acima do limite que poderia ser alcançado.

“Nem documentos para provar às atribuições essas pessoas tinham. É uma falta de respeito com as milhares de pessoas que ficaram três dias, em baixo de sol e de chuva para participar do seletivo”, disse.

Contudo o vereador afirmou que após uma minuciosa correção dos documentos rasurados, o prefeito Percival Muniz (PPS), determinou que as fichas fossem validadas. Ao final, o parlamentar assegurou que o servidor será investigado e caso levado à polícia. A prefeitura ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

Depois da tentativa de fraude revelada por Vanzelli, o colega de casa Lourisvaldo Manoel de Oliveira, o Fulô (PMDB) sugeriu a anulação do processo seletivo. O vereador deu a entender que por trás do facilitador existe até mesmo envolvimento de parlamentares. “Não foram poucas as pessoas que chegavam ao seletivo já sabendo com quem falar, isso é porque já estava tudo certo, carta marcada”, disparou.

Processo Seletivo

O seletivo contou com mais de três mil inscritos, oferecendo 336 vagas para diversos campos de atuação. As vagas se dividiam para pessoas com nível fundamental, médio e superior, nas secretarias de Desenvolvimento Econômico, Administração, Meio Ambiente, Receita, Infraestrutura,Habitação, Agricultura e Pecuária, Promoção Social, Transporte e Trânsito. Os salários variam de R$ 721,31 a 3.606,13.

O processo seletivo simplificado - PSS aconteceu em única etapa. Neste modelo os candidatos são classificados por análise do currículo, além de documentação apresentada, respeitando os critério pré-estabelecidos em edital.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 149 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal