Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/10/2007 - Portal Terra / O Dia Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Vídeo mostra funcionário suspeito de fraude no Rio

Por: Thiago Prado


Um vídeo com o agente regional da Fundação Estadual de Engenharia Ambiental (Feema) em Angra dos Reis, no Rio, Silvio Pinheiro, divulgado ontem, mostra o funcionário ostentando riqueza ao jogar notas de dinheiro para o alto e cobrir mulheres com cédulas de R$ 100. Silvio foi um dos presos em operação da Polícia Civil que desarticulou, semana passada, a máfia que fraudava licitações e vendia licenças ambientais em Angra. A existência das imagens foi revelada ontem por Dennys Rocha - funcionário da Feema também preso - em depoimento ao Ministério Público para obter benefícios da delação premiada no processo.

Dennys revelou pelo menos cinco esquemas em que Silvio teria recebido propina. Na maioria das vezes, o agente extorquia dinheiro de empresas que pretendiam fazer construções em áreas de preservação ambiental. Em um deles, em agosto deste ano, o funcionário teria exigido R$ 50 mil para uma obra da empresa HP Singery em Angra. O empresário Alejandro Ortiz Fernandes, segundo contou Dennys, também foi beneficiado pelo esquema montado pelo grupo em um empreendimento no condomínio do Frade, chamado de Piraquara de Dentro.

"Silvinho me mandava "dançar conforme a música", alterando relatórios e laudos", afirmou o funcionário à promotora Rafaela Dominguez. Dennys revelou ainda que já havia reportado os indícios de fraudes à Polícia Federal em Angra e ao Ministério Público Estadual.

No depoimento, Dennys conta que, no condomínio Piraquara de Dentro, Heráclito Fernandes - preso, acusado de ser o responsável pelo pagamento da propina - levou envelope com dinheiro à sede da Feema. Quando foi verificar o valor, Silvio teria insinuado que faltavam R$ 2,5 mil. A situação aparece em escutas telefônicas.

Dennys confirmou ainda a suspeita de que o esquema não é restrito a Angra. Segundo ele, todos os quiosques da orla de Paraty não teriam licença ambiental. São citadas ainda por ele como obras favorecidas pela corrupção em Angra empreendimentos na Praia do Algodão e na área do Encruzo.

Ontem, mais um foragido se entregou à polícia. Ruimar Andrade, que trabalhava na Secretaria de Obras de Angra, prestou depoimento na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA).

TCE investiga a prefeitura

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) iniciou ontem inspeção extraordinária na Prefeitura de Angra e no escritório da Feema na cidade. Técnicos das áreas de engenharia, meio ambiente e de licitações e contratos do tribunal vão fazer uma devassa nos contratos da prefeitura com as empresas suspeitas de fraudes em licitações. A inspeção foi determinada pelo presidente do TCE, José Maurício Nolasco.

Na Feema, serão verificadas todas as licenças ambientais concedidas pelo escritório de Angra a partir de 2005. O trabalho deve ser concluído em 30 dias.

Caso os técnicos constatem que o esquema de fraudes atuava também em outras prefeituras do Sul Fluminense, a inspeção extraordinária poderá ser expandida a estes municípios.

A Operação Cartas Marcadas foi realizada há uma semana para cumprir 29 mandados de prisão. Sete pessoas acusadas de envolvimento continuam foragidas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 981 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal