Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

14/03/2013 - Jornal da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

UJE denuncia falsificação de carteiras estudantis


Falsificação em massa de carteiras de identificação estudantil foi denunciada ontem no Ministério Público Estadual pela União dos Jovens e Estudantes do Brasil (UJE). De acordo com o presidente da UJE, José Tiago de Castro, foram identificadas pessoas utilizando nome de entidade fictícia visitando estabelecimentos de ensino na cidade oferecendo o documento por valores diversos. De acordo com o líder estudantil, estima-se que mais de duas mil carteiras tenham sido emitidas irregularmente.

Conforme a denúncia protocolada junto à Promotoria Especializada na Defesa do Consumidor, o grupo já teria atuado nas escolas estaduais Minas Gerais, Bernardo Vasconcelos, Gabriel Totti e João Pinheiro e ainda na Municipal Frei Eugênio e no Colégio Balão Mágico.

Tiago de Castro acusa que Helder da Cunha Evangelista, se utilizando de uma entidade chamada União Nacional de Jovens Estudantes (Unje), comanda um grupo de pessoas que vai até as escolas e oferece o documento. Tiago anexou junto à comunicação certidão de cartório conferindo a inexistência da entidade, cujo presidente seria Helder. De acordo com José Tiago, a pseudoentidade cobra dos estudantes a emissão do documento e muitas vezes nem o entrega, além de prometer o benefício da meia-entrada para quem portar a carteira, o que, no entendimento de Castro, é abuso da boa-fé dos dirigentes dos estabelecimentos de ensino e dos alunos.

Na avaliação do denunciante, mais de duas mil carteiras podem ter sido emitidas, visto que o golpe foi aplicado em várias escolas “e os prejuízos só não foram maiores porque conseguimos informar alguns estabelecimentos a respeito dos fatos e de que a entidade não era a UJE, pois, pela semelhança dos nomes, muitos diretores de escolas e faculdades estavam acreditando que seria um representante de nossa entidade”, diz Tiago.

Ao pedir investigação do caso, Tiago, que hoje deve levar a situação ao conhecimento da Polícia Civil, informa que Helder da Cunha já fez parte da diretoria da UJE e foi afastado da entidade depois que foi flagrado tentando falsificar carteiras estudantis junto à gráfica que prestava serviço à entidade.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 172 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal