Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

13/03/2013 - Rádio Clube Pombal 97 FM Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Pombal – Uma das seis localidades visitadas hoje pela PJ

Polícia Judiciária efectuou 30 buscas por crimes de fraude fiscal no âmbito da Operação “Moscatel”.

Pombal 97 fm / Crime – A Policia Judiciária (PJ), através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), numa operação alargada levada a cabo na zona de Estoril, Azeitão, Almeirim, Santarém, Azambuja e Pombal, procedeu a cerca de três dezenas de buscas em residências, escritórios de firmas comerciais, bombas de gasolina, transportes de combustível e, ainda, à detenção, fora e em flagrante delito, de três pessoas.

A informação é prestada pela PJ, segundo a qual “o inquérito decorria há cerca de dois anos, pela prática dos crimes de fraude fiscal qualificada, de fraude sobre mercadorias, introdução fraudulenta no consumo de produtos petrolíferos, falsificação de documentos, insolvência, eventual associação criminosa com vista à prática de crimes tributários, e branqueamento das vantagens provenientes da actividade criminosa, no sector petrolífero”.

Da operação resultou a selagem do local de abastecimento de combustível, tendo sido apreendidos cerca de cem mil litros de combustível adulterado, várias cisternas de transporte, cerca de trinta mil euros, cerca de dez mil libras e documentação variada como registos off-shore.

O ‘modus operandi’ utilizado constituía-se no uso de produtos petrolíferos que eram adulterados e, posteriormente, colocados na venda ao público como produto genuíno, refere a mesma fonte.

“A organização, composta por empresários e funcionários destes, pelo facto de não liquidar os devidos impostos - ISP, IVA e IRC - gerou um prejuízo aos cofres do Estado estimado em cerca de dois milhões e trezentos mil euros, por ano de actividade”, revela a PJ.

Os detidos vão ser sujeitos a um primeiro interrogatório judicial, pela autoridade judiciária competente, para a aplicação das medidas de coação tidas por convenientes.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 245 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal