Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

11/03/2013 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Suspeito de estelionato diz que realizava projetos sociais na Paraíba

Homem é suspeito de vender projeto falso de casas para pessoas carentes. Suspeito já havia sido preso na última quarta-feira (6) na Paraíba.

Um suspeito de estelionato preso na Paraíba e depois em Pernambuco disse que não aplicava golpes, e sim que realizava um projeto social em João Pessoa. “Não existia golpe em João Pessoa, o que existia era um trabalho sério. No contrato dizia claramente que qualquer pessoa poderia pedir um ajuste de contas”, disse o carioca Paulo Henrique Silva Freitas, que se encontra preso na Central de Polícia da capital.

Paulo Henrique já havia sido preso na última quarta-feira (6) e solto na sexta-feira (8) por uma determinação judicial. No mesmo dia da soltura o delegado de Defraudações encarregado, Gustavo Carletto, descobriu mais 8 mandados de prisão contra o suspeito por estelionato e por falsificação de documentos em outros três estados.

“Na madrugada desta segunda-feira (11) conseguimos prendê-lo após a interceptação de um ônibus em um posto da Polícia Rodoviária Federal, próximo ao município de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Contamos com o apoio da Polícia Civil de Campina Grande e da PRF de Pernambuco”, disse o delegado, ressaltando que o suspeito e uma mulher que estava com ele foram trazidos imediatamente para João Pessoa.

O delegado explicou que vai continuar investigando e que, por enquanto, o casal permanecerá preso na Central de Polícia. O suspeito estava indo para Salvador, e negou que estivesse fugindo, afirmando que quando recebeu o alvará de soltura na sexta-feira (8) ele poderia ir para qualquer lugar

Entenda o caso

Três pessoas foram presas na quarta-feira (6) suspeitos de vender um projeto falso de venda de casas para pessoas carentes em João Pessoa. O delegado Gustavo Carletto disse que as pessoas tinham que pagar uma taxa que variava entre R$ 250 e R$ 400 apenas como adesão.

“O golpe consistia em vender o sonho da casa própria, que todo brasileiro quer. Ele vendia uma casa com uma prestação bem inferior, inclusive, aos programas sociais do próprio governo. Oferecia uma casa de 50m, 70m no bairro do Bessa ou do Altiplano e outros bairros de João Pessoa com a prestação de R$ 500”, relatou o delegado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 87 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal