Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

13/03/2013 - Expresso MT Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Delegado alerta comerciantes sobre suposto estelionato em Lucas do Rio Verde

Por: Celso Ferreira Nery

Prática foi detectada após cheque repassado em comércio apresentar problemas na identificação de assinatura do titular da conta.

O prejuízo obtido por um comerciante do município que vendeu um aparelho de telefone celular e óculos solar deixou a polícia em alerta. Ele recebeu o pagamento dos produtos com cheque que não tinha restrições, voltou troco, mas quando foi depositar em conta foi informado que a assinatura do titular não conferia. O comerciante denunciou o caso à polícia no início da semana.

Ao investigar o caso, o delegado Marcelo Martins Torhacs percebeu que o caso pode se tratar de estelionato. O delegado tomou depoimento do homem que passou o cheque no comércio (e que tinha outras folhas de cheque em sua posse, todos com valores superiores a R$ 900) e através de um telefone cedido pelo suspeito tentou contato com o titular do cheque. Contudo, não conseguiu localizar o homem. Torhacs conseguiu os telefones da mãe e da esposa do emitente do cheque, mas ficou alerta com a reação das mulheres.

“Depois, elas desligaram o telefone, uma conduta que aparenta má fé”, atesta o delegado.

Conforme Torhacs, como o comerciante recebe a informação que não há restrição na conta, fica mais seguro ao trocar o cheque e só percebe que pode ser golpe no momento de saque do documento.

“Tudo sugere estelionato, mas a prova do crime vai demorar até achar o emitente. A gente pede encarecidamente é que o comércio não troque cheque de terceiros e devolva troco a esses indivíduos”, alertou o delegado, acrescentando que o homem que usou o cheque alega trabalhar numa grande empresa do município. “Não se tem garantia nenhuma. Uma checagem de cheque não quer dizer nada”, acrescentou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 96 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal