Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/10/2007 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ex-secretário de Angra investigado por fraude se entrega


RIO - O ex-secretário de Integração Governamental de Angra dos Reis, Bento Pousa Costa, acusado de pertencer à quadrilha que fraudava licitações públicas e vem sendo investigada na Operação Carta Marcada , se entregou à polícia no fim-de-semana. Também nesta segunda foi deflagrada a segunda fase da operação e agentes apreenderam computadores e documentos em uma das empresas suspeitas, a construtora Vale Sul. Os donos da empresa, Henrique e Emílio Vale, são suspeitos de participar de licitações irregulares em Angra dos Reis. Henrique e Emílio estão foragidos.

Bento negou participação nos crimes e disse que só vai prestar depoimento em juízo. Os agentes fizeram imagens aéreas da casa do ex-secretário em Angra dos Reis, e ficaram impressionados com o luxo.

- Os agentes descreveram a casa como uma mansão suntuosa, com vista paradisíaca para o mar. Então, há indícios de que o valor do imóvel seja bem superior ao valor afirmado - contou o delegado Luiz Marcelo Xavier.

- A casa só tem varanda e não passa de mais de R$ 350 mil - defendeu-se Bento.

A polícia descobriu, nesta segunda-feira, que, um dia depois da operação, na semana passada, uma das construtoras acusadas de irregularidades nos processos de licitações continuou recebendo dinheiro público da Prefeitura de Angra dos Reis. O Diário Oficial do dia 25 de outubro revela um repasse de R$ 118 mil para a Construtora Cony. O dono da empresa foi preso durante a operação e se negou a prestar depoimento.

O advogado Paulo Ramalho, da Prefeitura de Angra dos Reis, afirmou que só um dos foragidos, o secretário de Obras, Cláudio Ferreti, poderia responder sobre o assunto. Outras cinco pessoas ainda não se apresentaram a polícia.

- A prefeitura adotou a postura de cautela, de afastar todo mundo dos cargos em nome do interessa público, mas recomenda aos foragidos que se apresentem. Se a pessoa é inocente, deve se apresentar. Quem vive foragido da Justiça é bandido - afirmou Ramalho.

O prefeito de Angra dos Reis disse que vai suspender todos os pagamentos às empresas investigadas pela polícia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 370 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal