Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

05/03/2013 - @ Verdade / Correio da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casos de corrupção no INSS vão ser julgados em tribunal


Os processos-crime de corrupção registados em 2012 no Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) já estão devidamente instruídos e em poder do tribunal para serem julgados, apurou, esta Segunda-feira, de acordo com um dos membros do Conselho de Administração daquela instituição dependente do Ministério do Trabalho.

“Os processos já estão ao nível dos tribunais e prontos para o seu julgamento”, indicou Adelino Buque quando segundo o Correio da Manhã sobre o assunto, remetendo-nos depois para o Departamento Jurídico do INSS para mais pormenores.

Diligências, entretanto, efectuadas junto do referido departamento fracassaram devido à ausência nos respectivos gabinetes dos seus responsáveis.

De lembrar que o pri- meiro caso de corrupção envolveu a empresa de Almerino Manhenje, an- tigo ministro do Interior e de Assuntos de Defesa e Segurança no mandato do ex-presidente da República, Joaquim Chissano, e era para serem sacados do INSS cerca de 25 milhões de meticais constantes da proposta da gráfica de Manhenje apurada em condições manifestamente corruptas para contratação da referida empresa para prestação de serviços de produção de cartazes, isqueiros e outro material de escritório considerado supérfluo.

A empresa havia ganho o concurso com uma proposta 14 milhões de meticais mais cara que a segunda de sete milhões de meticais e o concurso acabou sendo anulado por despacho da ministra do Trabalho, Hele- na Taipo.

Dois outros casos de corrupção no INSS despoletados consistiram na compra e reabilitação de uma mansão para a directora-geral da instituição, pagando cerca de 7,5 milhões de meticais e uma outra mansão para o PCA do INSS no valor de um milhão de dólares.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 113 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal